JACK, O ESTRIPADOR - KERRI MANISCALCO // RASTRO DE SANGUE #01 // @DarkSideBooks

10 de jul. de 2019


Jack, o Estripador (Stalking Jack The Ripper) - Kerri Maniscalco
DarkSide Books || Tradução: Ana Death Duarte || Skoob
354 páginas || publicado em 2018 || Rastro de Sangue #01


Audrey Rose é bem diferente das jovens inglesas vitorianas. Ao invés de se preocupar com chás e rapazes, ela decide aprender medicina forense com o seu tio, sem o consentimento de seu pai. Quando prostitutas começam a ser mortas de maneira brutal, Audrey decide intervir e começa a seguir a trilha de Jack e assim capturar esse assassino.

"Conforme eu me aproximava do cadáver, era como se uma porta houvesse sido fechada entre o meu coração e a minha cabeça, vedando todas as emoções do outro lado. Uma vez que eu me encontrasse parada próxima ao corpo, eu não mais via a pessoa que ela fora em vida. Eu via somente a casca deixada para trás, e a curiosidade tomava conta de mim das piores maneiras." (p. 34)

Eu nem sei o que falar desse livro de tanto que eu gostei dele (tanto que a minha "sinopse" foi bem simples). Fui arrebatada pelos personagens, pela trama, pela escrita da autora e a forma com que ela trás essa história pra gente. Com certeza foi uma das melhores leituras conjuntas que participei neste ano, tanto que finalizei a leitura antes mesmo da lc começar HAHA

Audrey Rose me encantou logo de cara! Ela é forte, decidida, mas ao mesmo tempo também é vulnerável. É uma personagem bem palpável e que da gosto de acompanhar. A partir do momento que Jack começa a deixar um rastro de sangue com corpos mutilados de forma horrível, Audrey decide capturar o assassino e fazer justiça à essas mulheres que estão à margem da sociedade.

Todos os personagens são muito bem construídos e quero destacar o tio de Audrey, dr. Jonathan Wadsworth e seu jovem aprendiz Thomas Cresswell são os companheiros de Audrey Rose nessa jornada de capturar esse assassino e gostei bastante de ambos. Demorei um pouco para me encantar com Thomas, mas aos poucos ele foi conquistando meu coração, principalmente por ele me lembrar o personagem Sherlock Holmes.


Além do foco em descobrir quem é o assassino, nós também temos alguns plots com a família de Audrey e o início de um romance (que eu ameeeeeeeeeeeeeeeeei!). No início fiquei com receio de ler esse livro, com medo das descrições das aulas de Audrey com o seu tio, mas achei bem tranquilo. A autora me conquistou logo de cara com uma escrita que é descritiva e fluida, com personagens muito bem trabalhados e com um assassino eu eu não desconfiava a não ser próximo à resolução. Eu adorei a "motivação" que a autora colocou para o assassino e o seu final.

Não sei bem mais o que falar a não ser que vocês precisam dar uma chance à essa história. Amei a escrita, a forma que a autora conduz o mistério e ao mesmo tempo trabalha com os personagens e suas questões pessoais. A protagonista é super empoderada, mostrando o seu valor e sem deixar a feminilidade de lado. A autora com certeza se tornou uma das minhas favoritas e estou doida para ler as continuações.

"Havia mais força contida sob minhas camadas de musselina e pele bem perfumada do que em metade dos homens em Londres juntos. Forcei minha mente a permanecer focada em nossa tarefa , temendo que minhas emoções fossem transparecer claramente em minha face." (p. 223)

Um beijo do coração, até!

Um comentário:

  1. Oi, Gabriela. Tudo bem? :D

    Que máximo sua resenha. Ainda não tive oportunidade de ler esse livro, mas confesso que sempre fico com receio pois não é algo do meu gênero, mas quero sair da zona de conforto :x

    Gostei da sua resenha e do seu blog. Já estou seguindo para acompanhar <3
    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D