MAD TALK || O BLOG FEZ 3 ANOS, E...

11 de nov de 2017

Muita coisa aconteceu nesse tempo que se passou. Eu mudei pra caramba e isso se refletiu ao blog e ao seu conteúdo. Minhas prioridades e tempo disponível contribuíram para que eu aparecesse cada vez menos por aqui o que me fez perceber que já não estou mais tão feliz com o andamento das coisas como eu estava antes. Quando algo que a gente ama muito já não nos faz feliz, é sinal de que devemos mudar as coisas. E esse aniversário me fez refletir bastante quanto a isso.

Photo by Green Chameleon on Unsplash

O blog fez 3 anos no dia 02/11, e eu planejava fazer um post bonitinho para essa data, até porque três anos é bastante coisa para a geminiana aqui que costuma abandonar praticamente todos os projetos que se inicia. Como puderam perceber, o post não saiu. Ao invés disso tomei várias decisões erradas que me fizeram perceber que eu deveria ter seguido o plano original: ficar em casa e fazer o bendito post.

É impressionante como certas decisões podem afetar drasticamente a nossa vida. O fato de eu não ter me preparado para que esse post comemorativo tivesse saído na data certa e ter feito outra coisa me trouxe uma dor de cabeça e consequências que eu carrego até hoje. O fato de há três anos atrás eu ter decidido levar a sério esse pedacinho da internet me moldou como pessoa e me influenciou de forma profunda até hoje.

A gente nunca percebe como as decisões que tomamos são importantes e como elas moldaram o que virá pela frente. Uma ideia simples de criar um blog e falar sobre aquilo que eu sempre amei - os livros - me fez crescer e aprender um bocado de coisas. Me fez conhecer e abrir oportunidades que jamais imaginei ter. Me ajudou a passar por vários momentos e por mais que eu não tenha chegado ao padrão que eu sempre almejei, fui muito feliz aqui. Digo que fui porque as coisas já não estão tão boas assim pra mim.

O blog fez três anos...

E eu me orgulho demais de tudo que conquistei por aqui. Cada parceria, cada evento que fui como blogueira, cada amizade que fiz... tudo me faz crer que valeu a pena cada tempo dedicado à esse espaço.

Eu me apaixonei por escrever sobre tudo o que se passava comigo. Me senti realizada dando voz aquilo que permeava minha cabeça. De poder compartilhar sobre as minhas leituras e como elas me impactavam. As lições que elas deixam na minha vida e como eu agregava isso a pessoa que sou.

Mas não é mais a mesma coisa...

A minha vida mudou, eu mudei e com isso o blog mudou também. Apesar de eu ter pessoas maravilhosas me ajudando (um beijo enorme para vocês meninas: Mary, Val, Andréa e Milena) eu já não sinto prazer em ler e em compartilhar as coisas que se passam comigo. Até porque as coisas não andam muito bem e não vou encher vocês só com tristeza né.

Desde o último aniversário do blog eu aprendi um bocado de coisas que eu quero frisar por aqui:

1. Não dá para carregar o mundo nas coisas, por mais que você queira.
2. Você não precisa resolver tudo sozinha. Você não está sozinha.
3. Você não é a única a passar por isso.
4. Por mais que você ame isso, existe coisas mais importantes para serem levadas em conta.
5. Dar uma pausa não é algo ruim. Pode ajudar de verdade.
6. E se não der certo, tudo bem. Você tenta de novo.

Eu sempre quis que o blog fosse perfeito. Que mantivesse uma frequência de postagens ideais e que as pessoas interagissem com a mesma empolgação com a qual eu dedicava aos posts. Mas nada é perfeito e aprendi da pior maneira que quanto maior a expectativa, maior é a queda. Eu errei muito com o modo que eu levo o blog e não quero continuar com esse erro nesse novo ciclo.

Sim, um novo ciclo.

Estou renascendo como pessoa (principalmente pelas coisas que passei na vida pessoal, e que espero não passar tão cedo mais) e quero que o blog renasça como o hobby que sempre me fez feliz. Para isso, tive que modificar algumas coisas, e apesar de não me deixar 100% feliz, sei que é o certo para que eu não desista de vez (e sim, eu pensei nisso). 

Até eu resolver a minha vida, o blog não vai ter um cronograma para seguir. As postagens virão quando eu puder postar e assim vale para as leituras. Não dá para forçar algo que não tenho mais condição de fazer. Isso pode prejudicar o futuro que eu queria para o blog? Muito. Mas a vida que segue. Começarei do zero no facebook e instagram (sim, excluí tudo). Trarei mais sobre séries por aqui, e isso inclui a volta das reviews por episódio, só não sei ainda como irei fazer, já que ando acompanhando bastante série novamente. Música também é algo que aparecerá mais, já que é o meu maior suporte nessa fase nada legal que estou passando. E também trarei mais desabafos como esse. Eu realmente estou precisando disso. 

Tem muita coisa que quero colocar em prática, mas caminharei devagar, agindo um pouco de cada vez. A primeira mudança que colocarei em prática é em relação as reviews de séries,e gostaria da sugestão de vocês: 1. eu faço as reviews por episódio no facebook e quando a temporada acabar eu faço um resumo por aqui; 2. eu faço as reviews por episódio no instagram e o resumo da temporada quando ela acabar pra cá; ou 3. eu trago tudo para cá? 

Esse post ficou maior do que eu pretendia e bastante confuso também, mas eu precisava conversar (às vezes a gente tem esses rompantes). Fico muito feliz pelo aniversário do blog e apesar de tudo não me arrependo de nada que aconteceu desde o dia que comecei a escrever aqui até os dias de hoje. As quedas servem para nos ensinar a ser melhores e não para nos deixar no chão. Agradeço a todo mundo que aparece por aqui e espero que isso melhore ainda mais. 

Obs: o resultado do top comentarista de outubro vai sair essa semana ainda.

It's such a beautiful world
So why do I feel so down?
I should be heading for somewhere
Instead of spinning around, round, round

Beijos e até a próxima

Me siga nas redes sociais
Facebook ∴ Instagram ∴ Twitter ∴ Skoob ∴ TV Time ∴ Filmow ∴ Spotify ∴ We Heart It ∴ Pinterest

3 comentários:

  1. Hey! Li seu post e posso dizer que, a questão da "queda" não é o cair, é o continuar no chão. Levantar e sacudi a poeira como você está fazendo é aprendizado. Outra coisa é não deu pra fazer, delegue, lembre-se de dividir a carga porque tem muita gente que te ama disposta a te ajudar. E mais que isso, Alice encontrou todo um universo assim como o blog pra você. Não precisa ser livros, pode ser do filme do livro que vc não leu.. e por ai vai. O silêncio também fala então aproveite o silêncio e a vontade de falar, Seja feliz! Que estou por aqui torcendo pro você sempre!

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi!

    Eu concordo com a nossa querida amiga Bete. A diferença entre o sucesso e o fracasso não está em ter êxito, mas sim no quanto você está disposta a persistir por aquilo em que acredita, que deseja alcançar.

    Em outras palavras, acho que tudo é uma questão de você experimentar. Novas fases são sempre boas oportunidades de se colocar a prova, de tentar alcançar nossos sonhos por caminhos diferentes. O BLOG FEZ TRÊS ANOS, e olha como isso é incrível! Poucas pessoas persistem naquilo que amam por tanto tempo, e eu tenho certeza de que O Reino da Loucura vai celebrar muitos outros aniversários!

    Então vamos colocar alguns balões aqui, uns docinhos ali, e coloca aquela playlist animada no Spotify, e vamos rebolar esse bumbum porque estamos aqui pra isso! hahaha <3

    E quando ficar difícil, lembre-se de que há muitas pessoas que acreditam em você, que estão vibrando e emanando boas energias sempre, para que você alcance tudo aquilo que deseja em seu coração!

    Continue brilhando, pois essa luz que você mantém é justamente o que ilumina o caminhos dos que estão perto de você.

    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  3. Genteee, somos gêmeas de post desabafo rs Obrigada pela visita ao PL e espero que nós duas aprendamos a andar devagar (usando suas palavras #arrasou).

    Vamos conseguir, não é? Estou positiva quanto a isso =D

    Passaporte Literário

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D