OPINIÃO || O SORRISO DA HIENA - GUSTAVO ÁVILA || @Verus_Editora

1 de ago de 2017

O Sorriso da Hiena - Gustavo Ávila

Páginas: 266
Ano: 2017
Editora: Verus
Encontre Aqui: Skoob, Amazon, Saraiva, Buscapé.

"Mas a ideia de fazer a diferença no mundo era maior que isso, apesar de o salário ser menor. Ele era uma boa pessoa, e julgava ser esse o melhor paramento que poderia receber pelo esforço."




Oi madies, tudo bem? Hoje vim indicar um livro maravilhoso, e que vai te fazer refletir bastante sobre a mente humana e suas ações.

William é um psicólogo infantil que está começando a duvidar da importância do seu trabalho, achando que não está fazendo o suficiente para melhorar o mundo. Ele sempre quis testar seus estudos sobre como um trauma na infância pode modificar alguém, para o melhor ou para o pior, e de uma forma bem inesperada, essa oportunidade surge. David é um assassino que presenciou a morte de seus pais da pior maneira possível, e quer entender se isso foi o que o forçou a ser quem é ou se ele sempre teve essa maldade dentro de si. A proposta que ele faz ao psicólogo pode ajudar ambos a entender sobre a natureza da maldade humana, mas quais serão as consequências para William caso ele aceite firmar esse pacto?

"E a verdade é que eu vou continuar matando, sr. William, porque é isso que eu sou. E eu sei que o senhor pode pegar esse mal e transformar em uma coisa boa, porque é isso que o senhor é." (p. 78)

Terminei esse livro ontem, e até agora não consegui organizar direito meus pensamentos, mas eu tinha que vim aqui conversar com vocês. Que livro intenso! É uma história tão bem construída, com grandes debates morais que é impossível não se aprofundar nesse enredo e mergulhar de cabeça no que estar por vir.

Nós acompanhamos três personagens durante o desenrolar da história. O primeiro que conhecemos é David, o assassino. Aos 8 anos de idade, ele presenciou de uma forma brutal o assassinato de seus pais, e isso o modificou para sempre. Ele se tornou um homem frio, sem emoções ou empatia, e busca entender como que se tornou quem é. Depois nós conhecemos Arthur, o detetive que está investigando as mortes causadas por David. Ele foi diagnosticado com a síndrome de Aspenger e ao longo da narrativa podemos perceber como as suas peculiaridades interferem em como ele vê os casos de assassinato. Por último, temos William, o psicólogo. A polícia entra em contato para que ele dê assistência à criança do primeiro assassinato, para ajudar a conseguir pistas de quem fez isso com ele. Os três personagens são muito bem construídos, e você vai conhecendo o valor moral de cada um deles, como isso interfere em suas relações e o trabalho, e a forma que cada um vê os assassinatos que estão acontecendo.


O que eu mais gostei na história, é a discussão do bem e do mal, e como isso vive dentro de cada ser humano. Será que um trauma pode transformar tanto assim uma pessoa, a ponto dela querer causar o mesmo mal aos outros? Ou será que isso sempre esteve dentro dela, independente do que acontecesse, essa pessoa seria má de qualquer maneira? São teorias que fazem muito sentido, e por eu ser apaixonada por psicologia, conseguiu me arrastar junto com os personagens para esses questionamentos.

"O mal é um estado natural do ser humano, que nasce sem a noção de certo e errado, sem consciência moral, agindo para saciar suas necessidades, movido apenas por seus instintos selvagens." (p. 204)

Eu sou apaixonada por suspenses psicológicos e com certeza esse entrou na lista dos meus favoritos. Além dos embates que já mencionei, que são muito bem construídos, a forma como a história é construída, muito bem amarrada, faz com que a gente não saiba como cada personagem vai reagir em determinado momento. E confesso que morri de raiva de algumas ações feitas pelo psicólogo. O ponto alto da história é a forma real que ela foi desenvolvida. Você percebe que isso pode mesmo acontecer, em qualquer lugar do mundo, porque essa é a natureza humana, que faz de tudo para sobreviver nesse mundo tão selvagem.


O Sorriso da Hiena é um livro maravilhoso e muito bem escrito, que vocês precisam dar oportunidade para conhecê-lo. O autor emendou muito bem todas as pontas soltas, nos trazendo uma história eletrizante, que nos envolve e nos repulsa ao mesmo tempo, fazendo com que tenhamos sentimentos conflitantes pelas escolhas dos personagens. Aqui vamos além do bem e do mal, e a forma como isso é colocada deixa o desenrolar muito mais interessante. O final é perfeito para a construção que a história teve, apesar de não ter me agradado tanto assim. E isso me cativou demais, às vezes um "final feliz" não é o que a história precisa.

Espero que vocês aceitem essa sugestão de leitura e mergulhem fundo nessa história, que já é um sucesso. Fico muito feliz de perceber o crescimento nas histórias nacionais, porque claramente temos bons escritores por aqui. Ainda queria falar muito mais sobre tudo o que senti, mas prefiro dizer o mínimo e não atrapalhar a leitura de ninguém. Mas caso você já tenha lido, por favor, deixa um comentário aí para gente poder conversar mais.

Livro cedido em parceria com a editora.

Beijos e até a próxima

Me siga nas redes sociais
Facebook ∴ Instagram ∴ Twitter ∴ Skoob ∴ TV Time ∴ Filmow ∴ Spotify ∴ We Heart It ∴ Pinterest

9 comentários:

  1. Oiii!

    Gaby, eu lio bem pouco do gênero, mas eu gosto bastante pois acho que é um estilo que sempre envolve o leitor. Adorei saber que a obra entrou nos seus favoritos e espero conseguir ler um dia.
    Gostei das fotos!!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, toda vez que leio uma resenha desse livro fico com um coração cheio de amor. Amo O Sorriso da Hiena, uma das minhas maiores apostas nacionais, que livro! Também adorei como o autor colocou essa questão dos opostos (bem/mal) em questão, a leitura me despertou diversos questionamentos também. Sua resenha está um amor e é sempre bom incentivar pessoas para a leitura de livros nacionais <3

    Beijos,
    Livros que Li

    ResponderExcluir
  3. Olha, não é um gênero que eu leia para ser sincera, mas é um livro que estou vendo muitos elogiarem, e essa capa também é top não é mesmo? Adorei poder conferir sua resenha, está de parabéns e as fotos também estão a coisa mais linda.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Não é exatamente o tipo de livro que costumo ler, mas só estou vendo elogios, o que me faz querer dar uma chance à história.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gabi!!
    Estou de olho nesse livro, mas até o momento ainda não consegui le-lô!! Mas está na minha lista!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?
    Vejo muitas resenhas positivas acerca desse livro e espero poder lê-lo em breve. Acho a capa muito lindaaa, e a premissa é incrível, traz uma discussão super relevante. Eu adorei a resenha e as fotos do post.
    Beijoss!
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tenho visto comentários positivos sobre a obra e estou curiosa para realizar essa leitura também. Amei sua resenha. Vale muito a pena a indicação, bjoooooo

    ResponderExcluir
  8. Li ele uns adias atrás e to apaixonada pela obra, Gustavo escreve muito bem.

    ResponderExcluir
  9. Olá
    uau que legal que gostou tanto, amo essa capa e o enredo é mega criativo, gostei de saber alguns pontos da história pois não pensava em ler mas agora estou repensando bastante

    beijso
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D