OPINIÃO || O SEGREDO DE HEAP HOUSE - EDWARD CAREY || @BertrandBrasil

26 de jul de 2017

O Segredo de Heap House - Edward Carey

Original: Heap House
Série: Crônicas da Família Iremonger #01
Páginas: 384
Ano: 2017
Editora: Bertrand Brasil
Encontre Aqui: Skoob, Amazon, Saraiva, Buscapé.

"Eu nunca quis ouvir os nomes dos objetos. Nunca pedi por isso."





Oi madies, tudo bem? A resenha de hoje é sobre um livro muito, mais muito estranho e peculiar. Mas juro que a leitura vale a pena, viu!

Nessa história, iremos acompanhar Clod e Lucy. Clod é um Iremonger puro, e mora com sua família na grande Heap House, uma casa construída com restos de vários lugares. Essa casa se situa em uma enorme "Cúmulo", ou seja, em um grande lixão, com restos de objetos descartados de Londres. Os Iremonger são uma família rica e muito peculiar, com costumes bem diferentes do que conhecemos por aí. Toda vez que um Iremonger nasce, ele ganha um objeto de nascença e deve devotar a sua vida a ele, não se sabe o porque. O objeto de nascença de Clod é um tampão universal. Clod é um rapaz recluso e muito maltratado por sua família, pois tem uma peculiaridade: ele consegue escutar os objetos. As coisas sempre foram estranhas em Heap House, mas uma agitação está crescendo, e quando os caminhos de Clod e Lucy se cruzam, nada mais será o mesmo.

"Não há amor maior do que o dos Iremonger pelas coisas rejeitadas. Tudo o que temos é marrom, cinza ou amarelado, manchado empoeirado e malcheiroso. Somos os reis do mofo. Acho que, na verdade, o mofo nos pertence. Somos os magnatas do mofo." (p. 238)

Olha, existe uma palavra que define muito bem esse livro: estranho. Pedi ele de parceria porque achei a capa e sinopse interessante, mas jamais imaginei que iria encontrar uma história tão louca, estranha e envolvente como esta.

A família Iremonger é completamente estranha e segue regras igualmente peculiares. São extremamente ricos e influentes em Londres, mas vivem afastados de tudo, estando no centro dos "Cúmulos". Cúmulos é nada menos do que lixo, tudo que é descartado de Londres. Os Iremongers vivem no centro desse lixo, respiram e vivem por ele. Sempre foi assim.


Clod é um adolescente de 15 anos e meio, e de cara já senti pena dele. Por ter a habilidade de escutar os objetos, ele é desprezado pela sua família, que não acredita nele. Apanha regularmente de seu primo e só tem como companheiro o querido Tummis. Apesar de ser extremamente estranho, acabei me cativando pelo personagem, e o crescimento que ele teve ao longo da narrativa é palpável, deixando tudo mais interessante.

Lucy é uma orfã que está sendo levada para trabalhar em Heap House. Uma menina que não mede o que fala, que questiona tudo, e acha que está melhorando de vida. Gostei muito de suas atitudes e me sensibilizei com sua história, apesar de ser irritante em alguns momentos. Quando Lucy e Clod se encontram, é quando a história começa realmente a ficar interessante.

"Todos aqui cresceram com os montes de sujeira em volta, ao lado e dentro de si mesmos, de uma maneira ou de outra (...)." (p. 22)

Heap House esconde muitos segredos, e quando eles estão vindo a tona, você fica de cara, porque nunca imaginaria que isso estaria acontecendo. A história toda é muito fantástica. Carey conseguiu construir uma história incrível e peculiar, ao mesmo tempo cativante e atraente.

No início não entendemos muito o que está acontecendo, e avançamos na história intercalando com as narrativas de Clod e Lucy. Esse é um ponto muito importante, porque deixa a história mais dinâmica e nos faz ter uma panorama geral de como funciona a casa. As ilustrações também são muito importantes para dar uma ambientação melhor a narrativa.


Assim que eu terminei o livro, minha cabeça ficou assim: AAAAAAAAAAAA, senhooooooor! Comassim? (é, surtei um pouco). O desfecho é completamente imprevisível e te faz querer urgente a continuação (o livro faz parte de uma trilogia).

O Segredo de Heap House não é um livro para todos, mas acho que todo mundo deveria dar uma chance a ele. Literalmente sair da sua zona de conforto. A história é incrível, envolvente e cheia de mistérios e estranhezas. Você fica curioso com os personagens e torce muito para que tudo fique bem no final. Além disso, temos várias reviravoltas que não nos deixam despregar os olhos da leitura! O livro é grandinho, mas juro, não dá nem para sentir as páginas passando, você vai querendo mais e mais, e aí... acabou!

Espero que eu tenha conseguido instigar vocês pelo menos um pouquinho a dar uma chance a essa história, que me cativou demais da conta. Não sabia o que esperar da leitura e no final fui muito bem surpreendida. Deem uma chance e depois me contem como foi a sua experiência de leitura!

Livro recebido em parceria com a editora.

Beijos e até a próxima

Me siga nas redes sociais
Facebook ∴ Instagram ∴ Twitter ∴ Skoob ∴ TV Time ∴ Filmow ∴ Spotify ∴ We Heart It ∴ Pinterest

Um comentário:

  1. Oi, Gabi!!
    Fiquei bem curiosa sobre esse livro, a estória parece ser bem diferente de tudo que já li!! Adorei a indicação!!
    Bjoss

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D