OPINIÃO || O CASAL QUE MORA AO LADO - SHARI LAPENA || @editorarecord

30 de abr de 2017

O Casal Que Mora ao Lado - Shari Lapena

Original: The Couple Next Door
Páginas: 294
Ano: 2017
Editora: Record
Encontre Aqui: Skoob, Amazon, Saraiva, Submarino.
*Comprando com esses links você ajuda o blog a crescer.

"As pessoas são capazes de qualquer coisa."





Olá madies, tudo bem? Hoje venho conversar com vocês sobre um thriller policial que recebi essa semana da editora. Sabia pouco da história e o que encontrei me surpreendeu bastante.

Nossos protagonistas são Anne e Marco, um casal que recentemente teve uma filhinha. Em uma noite, eles vão numa social na casa dos vizinhos do lado. A ideia era deixar a filha deles com a babá, porém, a mesma não pode comparecer. Para não chatear os amigos, eles decidem deixar a bebê com a babá eletrônica e irem conferir como ela está a cada meia hora. Mas o que era para ser uma noite tranquila, se transforma em tragédia quando, na hora que chegam em casa, descobrem que a bebê desapareceu. Nessa busca de descobrir o sequestrador, alguns segredos vem a tona, e fica difícil de saber quem está falando a verdade.

"Ele vai descobrir tudo. A verdade está por aí. Sempre está. Basta encontrá-la." (p. 155)

Não saber quase nada da história foi a melhor coisa que poderia me acontecer, porque por se tratar de uma investigação qualquer detalhe é suspeito e pode ser considerado spoiler. Ao longo da narrativa, fui ficando ansiosa para entender o que estava acontecendo, se alguém estava realmente falando a verdade, e principalmente, onde estava a bebê?

Anne e Marco são um casal apaixonado, mas que acabaram se distanciando um pouco quando a filha deles, Cora, nasceu. Anne só dava atenção à maternidade e, por conta de alguns problemas, Marco não sabia muito bem como lidar com a esposa. Eu gostei dos dois personagens, principalmente pelo modo que foram construídos. Nenhum dos dois são perfeitos, eles possuem falhas, defeitos, manias e isso nos aproxima mais, porque são pessoas palpáveis. Nós com certeza conheceríamos um casal como eles. 


No decorrer da história, nós vamos descobrindo mais sobre a família de Anne, e a relação que eles possuem com o casal. Confesso que eu detestei os pais dela, pelo modo autoritário que lidam com a filha e como tentam tomar conta da situação, só porque possuem dinheiro. A rixa entre o padrastro de Anne e Marco é bem evidente e isso só vai piorando com o passar das horas. 

Apesar de eu ter gostado muito do livro e ter lido ele em uma sentada só (adorei isso), alguns pontos me incomodaram. A autora vai nos jogando várias informações, nos deixando confusos no início e com suspeita em todo mundo. Mas a partir da metade do livro eu já sabia mais ou menos o que tinha acontecido e antes do fim já tinha solucionado o sequestro. E isso foi uma coisa que me incomodou, porque gosto da dúvida e de ser surpreendida pela história. Teve algumas reviravoltas que eu achei sensacional, mas gostaria que a autora tive mantido o suspense por mais tempo. 

E tenho uma relação estranha com a cena final do livro. Acontece uma coisa que eu achei desnecessária. Entendi o motivo que aconteceu, dado as informações que recebemos no decorrer da história, mas achei que essa cena foi usada apenas para causar. Acho que se a história tivesse acabado algumas páginas antes eu teria curtido mais. 


Apesar desses pontos mencionados, eu recomendo bastante o livro. O Casal Que Mora ao Lado é um livro que te prende a todo momento, te instiga a descobrir quem sequestrou Cora e o porquê disso. Você sente empatia pelos personagens, apesar das suas falhas, porque eles são humanos (e burros às vezes). Com o desenrolar da narrativa você vai sendo enganado e isso é a parte mais interessante, pois tudo se torna imprevisível. Para quem gosta de livros policiais, que focam sobre o relacionamento humano, vai adorar cada pedacinho dessa história.

"Não é o que todos fazem? Todos não fingem ser algo que não são?  O mundo inteiro se baseia em mentiras e trapaças." (p. 236)

Como pano de fundo, a autora também aborda alguns temas interessantes, como depressão, ganância, egoísmo, autoestima etc. São assuntos que fazem parte do dia a dia da maioria das pessoas e o modo com que a autora encaixou esses temas ao plot principal foi muito bem feito. 

Espero que vocês tenham conseguido entender um pouco de como me senti com a leitura. Deem uma chance e com certeza irão se surpreender. E claro, depois venham aqui contar o que acharam.

Livro recebido em parceria com a editora.


Beijos e até a próxima

Me siga nas redes sociais
Facebook  Instagram  Twitter  Skoob  TVShow Time  Filmow  Deezer

17 comentários:

  1. Confesso que não faz muito meu tipo de leitura.
    Mas fiquei curiosa para conhecer um pouco mais da relação do casal principal e o desfecho com a filhinha, família, sobre os vizinhos e tal!
    Parece ser uma leitura envolvente, apesar de alguns pontos negativos.
    Quem sabe eu me arrisque nessa aventura, nesse thriller policial, em breve!
    Gostei bastante da capa!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabi!!
    Essa foi a primeira resenha que li sobre esse livro e já estou apaixonada pela a história!! Sou super fã de romances que tenha suspense, mistério e investigação policial. Adorei a resenha e quero muito descobrir o quem sequestrou o bebê e por quê.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Gostei muito da resenha e fiquei curiosa por essa indicação.
    Adoro esse gênero de livros e, apesar de alguns pontos que você citou, creio que será uma leitura bem interessante.
    Obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse livro, e já fiquei super interessada nele. Achei esse enredo super interessante, e fiquei muito curiosa pra saber o que aconteceu com o bebê. Ê mesmo com esses pontos negativos, acho que o livro é muito bom. Já coloquei na minha listinha :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabi, leio muito poucos thrillers policiais mas achei a premissa interessante e já criei empatia pelos protagonistas e fiquei curiosa pra saber se eles encontraram Cora (espero que sim e bem rsr). :D

    ResponderExcluir
  6. Estou bastante curiosa para ler esse livro, principalmente por adorar suspense policial. E estou louca para saber como será o desenrolar dessa história, quem pegou o bebê e o porquê, e conhecer mais sobre a rotina do casal. Dica anotada!
    Bjos, Gabi!

    ResponderExcluir
  7. Adoro um suspense,fazer resenha deles deve ser difícil,transmitir a essência sem revelar os pontos da trama..nem preciso comentar o quanto atiça minha curiosidade XD

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabriela,
    Andei acompanhando a publicidade que a Record fez para divulgação deste livro e fiquei impressionada, além de curiosa, para conhecer a história. A autora trouxe um tema bem sério que é o sequestro de crianças. Eu, particularmente, fico mais envolvida em uma história quando se tem criança no meio. O mistério por trás do desaparecimento de Cora é grande e nem consigo imaginar a agonia de Anne e Marco perante essa situação. Gostei de ver que Shari Lapena foi além e inseriu outros elementos na trama. Gostei muito dessa indicação e espero fazer esta leitura logo.

    ResponderExcluir
  9. Muito bom quando a trama é bem intrigante e com personagens complexos. Me surpreendi bastante hoje por você ter nos indicado essa trama tão tensa e perplexa, apesar de não ter achado o final tão ousado. Não imagino como seria sentir que uma pessoa desapareceu, imagina seu próprio filho, é desesperador.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  10. Acho legal livros desse gênero e quando conseguem passar a ideia de pessoas reais fica bem interessante. Esse casal sendo bem feito parece bom pra fazer isso, deve deixar a gente imaginando outros que conhece e tem alguma semelhança ou coisa assim. E pra esse tipo de livro acho bom ir ler sem ver muito de sinopse ou mais da história. Acho legal ficar ali no escuro, tentando adivinhar as coisas conforme vou lendo.
    A trama dele parece muito boa e com bons personagens. E esses pais da Anne parecem um saco heim? Credo...pelo que falou acho que iria detestar também...
    Parece uma boa trama. Já leria só pelo gênero.

    ResponderExcluir
  11. Oi Gabi.
    Uma pena que você não gostou 100% do livro.
    Eu ao contrário de você, não gosto muito dessa surpresa na leitura, eu sou mito fissurada em saber o que acontece no decorrer do livro e quem foi o culpado de tudo, essa capa é muito intrigante e quero ler com certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Fiquei bem curiosa com o livro, pois adoro thriller, esse mistério do bebê que some deve deixar o leitor bem empolgado com a leitura querendo saber o porque das coisas que estão acontecendo. Adoro quando o autor confunde o leitor o deixando desconfiar de todo mundo, confesso que sempre erro quem é o culpado rsrs.

    ResponderExcluir
  13. Um pouco frustante não é mana quando antes do final do livro você já saber o que acontece, isso meio que faz o livro perder o encanto dele. Embora alguns pontos compreensíveis tenham lhe chateada em relação a leitura eu ainda tenho a vontade de ler esse livro é quem sabe eu aproveite a leitura ? Eu não leio muito esse gênero mas quero me arriscar nesse.

    ResponderExcluir
  14. Oi Gabi!
    Eu já tinha ouvido falar desse livro mas não havia parado para ler sobre o que ele falava. Achei interessante, mas confesso que não é uma leitura que me atraia nesse momento. Quem sabe numa próxima.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  15. Oi Gabi...
    Ainda não tinha ouvido falar sobre esse livro mas confesso que fiquei bastante curiosa para ler... Uma pena que o suspense é desvendado antes do tempo... Mesmo assim, com certeza esse é um livro que quero ler em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  16. Estava justamente conversando sobre este livro com uma amiga esses dias. Acho que deve ser uma mega história, mas me incomodou muito o fato de o casal deixar a filha, um bebê, sozinha pra ir, mesmo que seja, a casa ao lado por poucas horas. Sei que é uma história, é ficção, mas achei o fato surreal.
    Gosto de um bom suspenso, com temas atuais, apesar de quase nunca conseguir matar a charada.

    ResponderExcluir
  17. Oii Gabi!! Linda sua resenha, parabéns!
    A capa desse livro é linda, me lembrou bem um livro que li, O guardião de memórias, eu qro conhecer esse livro aí, adorei o enredo dele.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D