CRÔNICA || EU BEIJEI O CARA

21 de mar de 2017


"Se eu pudesse, o tempo teria congelado naquele instante."

Sim, eu sei que estou fora dos padrões, que o "certo" é o homem tomar as iniciativas, mas sabe, eu não ligo para os padrões, não me importo com o que os outros vão pensar. Prefiro me arriscar que passar o resto da minha vida imaginando como teria sido se eu tivesse tentado.

Sabe, sempre fomos "amigos", mas amigos do tipo que se interessa um pelo outro, eu já sabia disso, ele sabia disso, nossos amigos sabiam e o pior é que até quem não nos conhece pensa que existe algo a mais que mera amizade. Mas... é o tipo de cara que não toma uma atitude, sempre jogava indiretas dizendo o quanto sou linda e especial, comemorava a cada vez que eu respondia que não estava namorando.

Eu também joguei várias indiretas até que ano passado resolvi ser direta e mostrei que não o queria apenas como um amigo, mas eu levei um fora, de um jeito muito educado, devo acrescentar. Fingimos que nada havia acontecido e eu segui em frente, a amizade continuou. Eu já havia esquecido essa história, mas ele, como sempre, veio cheio de sorrisos e elogios, novas indiretas e novas comemorações por eu não estar namorando. E eu, tola, achei que aquilo fosse um sinal, mas sou péssima em interpretar sinais.

Certo dia, ele me fez um convite, insistiu para que eu aceitasse e eu aceitei, decidi naquele instante que eu o beijaria assim que ficássemos a sós. Imaginei um monte de besteiras, tive medo de que ele me afastasse, que dissesse que eu era maluca, mas resolvi tentar assim mesmo. No tal dia, saímos com uns amigos dele e foi perfeito, todos me trataram bem, parecia que eu os conhecia há séculos. Quando me levou pra casa, ficamos um tempo na porta conversando e em meio a essas indiretas ele perguntou se eu estava afim de alguém e eu disse que sim, mas que essa pessoa não enxergava e ele me perguntou quem era e eu disse: "tá aqui na minha frente", e antes que eu perdesse toda a coragem eu o beijei e ele não recuou, muito pelo contrário. 

Sabe quando você acha que o beijo está acabando e se afasta? Eu fiz isso, mas ele não me soltou e nós continuamos nos beijando. Ah, foi uma beijo digno de Hollywood. se eu pudesse o tempo teria congelado naquele instante, porque eu tive uma sensação tão boa, uma paz dentro de mim e um sentimento que eu não explicar, algo diferente de tudo o que já senti, só espero que não tenha sido amor... Porque a parte triste veio depois. Como da outra vez, ele disse que não era o momento. Falou que gostou do meu beijo, mas não era o momento certo para namorarmos. Ele sempre consegue inventar uma desculpa e agir como se estivesse tudo bem...

Mas uma coisa é fato, eu não me arrependo. Claro que fiquei triste, mas pelo menos eu tentei, se não tivesse feito isso corria o risco de passar o resto da vida imaginando o que teria acontecido. Não foi o final que eu esperava, mas eu tentei e no futuro não vou olhar para trás e me arrepender de não ter tentado. Afinal,. e como diz minha mãe, eu sou uma sonhadora, e não vou parar de sonhar, mesmo que aconteça comigo, eu continuo acreditando no amor, continuo acreditando que duas pessoas podem ser felizes juntas. E ainda estou à espera de um príncipe que não vire sapo após o beijo.

41 comentários:

  1. OI Valéria.
    Que linda!
    Você realmente teve uma grande iniciativa, uma pena que não terminou como você esperava, mas as vezes o destino nos surpreende, desejo a você muitas felicidades e que continue seguindo seus sonhos, sem se deixar abater.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Ai ai, essas coisas da vida...
    Mas confesso que não sei se teria todo esse espírito otimista, viu? Quando levo um tombo é feio pra que consiga deixar tudo na mesma, tentar seguir como estava antes e coisa assim. Só que ao mesmo tempo a gente nunca desiste de sonhar mesmo, não é? É melhor tentar e quebrar a cara do que não tentar.
    Boa crônica =)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Valéria!
    Menina, li a crônica cada vez mais ansiosa por saber o desfecho, haha. Mas uma pena que tenha tido esse final, ainda que, para todos os efeitos, os sonhos permaneçam e, na hora certa, vai se resolver, o rapaz certo irá aparecer... enfim, já deu para ver como sou romântica, hein? E sonhadora, mais ainda, hehe. A vida tem disso mesmo. Desde que a gente não deixe experiências ruins nos impedirem de buscar e acreditar nas boas, e nem muito menos perder tempo com quem, de repente, nem deve ser o certo para a gente mesmo. Enfim, parabéns pela crônica, sua escrita é ótima também! ^_^
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  4. Valéria!
    Já passou o tempo em que nós mulheres tínhamos de esperar gestos românticos dos homens, embora faça bem para nosso ego.
    Temos mesmo de ir em busca do que achamos certo e um beijo desejado e saciado, não tem nada melhor. Teria sim se ele não tivesse se esquivado, porém, pelo menos a experiência foi válida.
    E que seu príncipe, quando surgir, não vire sapo depois do beijo...
    Semaninha cheia de felicidade!!!
    “Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.” (Bob Marley)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi Valéria, você está certíssima, se deu vontade e tá com coragem, é melhor se arrepender ou não, de fazer alguma coisa, do que não ter feito nada,não sei se teria essa coragem (pois minha Lady interior seria bruta pra rejeições onde havia muitos sinais positivos kkkkk), mas achei a crônica inspiradora. Agora vou dizer algo que talvez não deva, e que vc talvez nem concorde, mas teu amigo é idiota, desculpa, falei, kkkkk,essa história de ficar dando sinais e depois fugir é muito além de chato. Gostei muito do texto, parabéns! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um idiota mesmo kkkkk, é bom saber que você também acha isso. Obrigada, beijos

      Excluir
  7. Valéria arrrasou!!
    Eu sou completamente fora dos padrões! Se não fosse eu tomar iniciativa com o maridão a gte nunca ia dar se quer um beijo... kkk
    Uma pena esse final viiu...
    Parabéns!! Amei!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom que o seu final foi feliz, mas eu tenho esperança que eu um dia seja kkkkk
      beijos

      Excluir
  8. Que bom que você teve atitude pois assim não fica com aquela vozinha incomodando dizendo que você não agiu e como dizem devemos nos arrepender daquilo que não fizemos e não do que fizemos, se não tentar nunca vamos saber o resultado, pena que não deu certo, só não entendi qual era a dele rs.

    ResponderExcluir
  9. Que cronica linda, vc escreve muito bem. As vezes fico pensando como será o meu primeiro beijo, espero que seja especial. Mas sobre a sua cronica eu de fato amei, ainda mais por não terminar com uma final digamos feliz. Só um cara burro para não querer compromissos mesmo gostando da garota, mas isso é mais comum do que imaginamos. Simplesmente amei a cronica. Parabéns.

    Visitem meu blog
    garotaeraumavez.blogspot.com.br
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado da crônica, boa sorte no sue primeiro beijo.

      Excluir
  10. Ai que Vacilão! Mais Pois Bem! Essa Ana, Me Enche de Orgulho!

    ResponderExcluir
  11. Também não ligo para os padrões e não me importo com o que os outros vão pensar, acho que a gente tem que se arriscar sim por aquilo que queremos,  mesmo que o final não seja aquele que sonhamos...

    Amei o seu texto, Valéria!
    Ps: que "amigo" idiota, hein?! Agi de uma maneira e depois volta atrás aff!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, idiota mesmo.
      bjs

      Excluir
  12. Olá, Valéria! Sou da opinião de q se deu vontade e seu coração pede, se joga mesmo. A vida é mto curta pra ficar se preocupando em seguir determinados padrões. E, na boa, q amigo vacilão. Bleh! Adorei a crônica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, ele vacilou mesmo.
      beijos

      Excluir
  13. Queria ter a coragem de ser mais direta em certas ocasiões.
    Sinto que seria momentos bons. Curti demais suas palavras.
    Se for para nos arrependermos, tem que ser por coisas que fizemos e não de coisas que não fizemos.
    Consegui refleti bastante sobre esse assunto. Obrigada!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que minhas palavras tenham te feito refletir. Beijos

      Excluir
  14. Amei esse conto!
    Não sou muito otimista, mas foi muito bom ler esse conto!
    Me fez refletir!

    ResponderExcluir
  15. Olá, mesmo com um final triste é possível entender a mensagem da crônica, devemos fugir do padrão e buscar nossa felicidade, não importa como será no fim, o importante é tentar. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Não acho que tomar iniciativa seja algo exclusivamente masculino... se quer, vá atrás. Uma pena que não tenha tido outro desfecho, mas, como vc disse, é melhor tentar que passar a vida inteira sem saber como seria.

    ResponderExcluir
  17. Olá Valéria!
    Adorei a crônica!
    Não vejo problema nenhum em nós mulheres tomarmos a iniciativa, principalmente em uma situação como essa, onde você acredita que o cara também pode estar afim de ti, mas o idiota não dá um passo, e você não tem nada a perder. Me identifiquei um pouco com a história, pois também vivo uma situação parecida com um "amigo" (que eu queria que fosse mais do que apenas isso), mas, que quando a coisa vai ficando mais séria se esquiva. Boa sorte pra nós com esse tipo de mané!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Boa sorte pra nós, espero que você consiga o seu "final" feliz. beijos

    ResponderExcluir
  19. Adooooorei essa cronica hahah.
    Ela tomou iniciativa, foi até bom, ele não parecia o tipo de cara que toma primeiro, pelo que ela falou. Gente, acho que você precisa escrever um livro, incrivel a sua narrativa menina haha

    ResponderExcluir
  20. Já escrevi o livro, haha em breve falarei um pouco mais sobre ele aqui no blog. beijos

    ResponderExcluir
  21. Valéria, não sei se foi uma crônica baseada em fatos reais, mas invejo a coragem hahaha.
    Homem é um negócio que pelo amor né? Fica dando sinais quando na verdade não quer nada com a pessoa. Assim como na própria crônica comentou, pelo menos não vai ficar no SE e também não há motivos pra se arrepender.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi baseada em fatos reais sim, aconteceu comigo.

      Excluir
  22. Oi Valéria, adorei o texto *-*
    Já passei por uma situação parecida, e não há nada melhor do que se livrar do tormento do "e se".
    Uma pena que não tenha dado certo, mas a vida é cheia dessas coisas né.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  23. Mas como assim cara, liberando um mulherão desse ? Esses homens de hoje em dia. Confesso que eu queria ter esse coragem porque eu muitas vezes deixei passar aquela oportunidade por causa da timidez e não me refiro somante ao sentindo amoroso da vida. Menina continua com esses textos que eles são ótimos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio, espero que você se "jogue" um pouco mais nas próximas oportunidades. beijos

      Excluir
  24. Oi!
    Gostei muito desse texto, acho que realmente devemos nos arrepender do que não fizemos e não do que deixamos de fazer, acaba que essa coragem devemos levar para vida em todos os sentidos, adorei esse texto !!

    ResponderExcluir
  25. Oi, Valéria!
    Adorei a crônica!! Gostei bastante do texto mesmo o final não sendo o esperado!! Meus parabéns!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  26. "Prefiro me arriscar que passar o resto da minha vida imaginando como teria sido se eu tivesse tentado."
    EXATAMENTE ISSO! Recentemente eu criei coragem pra falar coisas que estavam engasgadas há meses. O que recebi em resposta não foi o que eu esperava, mas pelo menos não fiquei me perguntando "e se".
    Estava com um sorrisão aqui lendo a parte do beijo, até que o cara jogou um balde de água fria ¬¬ seria até engraçada a minha reação se essa situação não fosse tão comum
    Bem que as pessoas poderiam sempre se encontrar nos momentos certos, né? Tipo, ter os mesmos sentimentos, reciprocidade e tal.... ahhh, que utopia!
    Mas um dia nossos príncipes aparecem :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Um dia nossos príncipes aparecem, beijos

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D