OPINIÃO || A GAROTA DO CALENDÁRIO: MARÇO - AUDREY CARLAN || @VERUS_EDITORA

6 de mar de 2017

A Garota do Calendário: Fevereiro - Audrey Carlan

Original: Calendar Girl: March
Série: A Garota do Calendário #03
Páginas: 144
Ano: 2016
Editora: Verus
Encontre Aqui: SkoobAmazonSaraivaSubmarino.

"— Se sacrificar durante um tempo é o que se faz quando se ama alguém. Você coloca as necessidades do outro acima das suas, e um dia o outro vai faze o mesmo por você.."




E ai pessoal, tudo bem com vocês? Mais um mês se passou e cá estamos nós em Março. Mais um mês de aventuras ao lado de Mia que dessa vez embarcou para Chicago para se passar por noiva de um empresário italiano e famoso lutador de boxe. 

Essa leitura não é recomendada para menores de 18 anos.

Se você ainda não conhece do que se trata a leitura irei fazer um breve resumo: Mia é uma jovem que sonha em ser atriz mas que por culpa do destino é submetida a trabalhar como Acompanhante de Luxo para quitar uma dívida milionária de seu pai que está em coma no hospital. Cada mês uma aventura diferente ao lado de um homem diferente. Em janeiro, acompanhamos sua jornada ao lado de Wes ,um jovem cineastra (caso se interesse, tem resenha aqui no blog, Clique Aqui); em fevereiro ela se tornou Musa inspiradora de Alec Dubois, um pintor francês (caso se interesse, tem resenha aqui no blog, Clique Aqui) e agora passará o mês ao lado de Anthony Falsano.

Essa leitura se divide em duas partes, a primeira nos mostra o intervalo entre Alec e Tony onde Mia volta para Las Vegas com o intuito de pagar sua parcela da dívida pessoalmente ao agiota; rever sua irmã e visitar o pai no hospital. A cena da visita é de tocar o coração, ela está ali sentada ao lado do pai, que ainda está em coma, contando as novidades sobre sua vida e pela primeira vez deixando seus sentimentos virem à tona assumindo para ele que está perdidamente apaixonada por Wes mas que não desistiria do seu emprego por amor ao pai.

E o restante da história se passa em Chicago. No primeiro instante em que Mia conhece Anthony ela achava que seria exatamente igual aos meses anteriores onde ela iria acabar tendo um envolvimento sexual com o cliente. Entretanto é ai que Mia se engana. O que ela não esperava era que seu cliente fosse "casado" com um homem. A princípio ela fica sem entender o motivo por ter sido contrata pelo casal mas após uma conversa com o mordomo da casa tudo foi esclarecido. Anthony era o único filho homem de 5 filhos, portanto carregava o fardo nas costas de dar continuidade ao nome da família, assim sua mãe vivia pressionando-o para que casasse logo para que tivesse herdeiros, e se assumir Homossexual a magoaria bastante. E assim a jornada de Mia começa. Ela passaria o mês ao lado de Anthony se passando por sua noiva.




Confesso de início fiquei com certo receio com essa leitura devido à minha decepção com o anterior. Eu não sabia nada sobre o livro pois não havia lido nada sobre ele anteriormente, então tudo foi uma surpresa. De todos lidos até o momento esse foi o melhor pra mim exatamente por tratar questões de aceitação familiar e o quão é difícil para uma pessoa se assumir homossexual tendo uma família "tradicional". Outro fato que influenciou o enredo ser diferente dos demais é que não gira em torno de sexo. Durante todo o livro, temos apenas duas cenas rápidas de relação entre Mia e Wes, assim tudo gira em torno somente do drama principal.

Apesar de saber que Anthony estava fazendo isso com Mia apenas para manter o status, Hector (o marido) acaba se sentindo abalado pois não conseguia enxergar em Tony uma vontade de bater o pé e assumir o relacionamento dos dois e isso acaba influenciando a relação e desgastando, fazendo com que Hector pensasse por muitas vezes que o amor não era verdadeiro. 

"Sua felicidade é o que mais importa para ele, mas eu tenho medo de que esse seu plano de enganar a família e manter essas farsa vá... acabar com ele. Posso ver isso nos olhos dele. Você não?"

A autora retratou de maneira bem simples um caso extremamente difícil nos dias atuais devido a grande taxa de pessoas intolerantes e achei bastante satisfatório a forma como ela colocou o medo em se assumir; a pureza do amor; a vontade de ser feliz sem se importar com as outras pessoas e principalmente a aceitação familiar. Claro, a forma como ela lidou com a situação não é a realidade de todos, logo esse fato pode levar alguns leitores a acharem o enredo clichê pois segue a linha: não se assume -> cria coragem -> a família aceita -> final feliz. Mas não custa idealizar um mundo onde as coisas fossem assim e é isso que a autora traz. 

"Eu aprendi muito com os dois. A não ter medo, a nunca deixar que outra pessoa escolha como minha felicidade deve ser. Eu gostaria de levar esse conhecimento comigo pelo resto da viagem, e deixar que ele me orientasse pelo caminho certo."

                 Por hoje é só! Espero que tenham gostado! Até a próxima. Beijinhos. 

                      

28 comentários:

  1. Oi Mary!
    Eu comecei a ler a série e parei exatamente em março, preciso comprar os outros livros. O melhor pra mim até agora foi Janeiro, mas Março também me conquistou, principalmente pelo final que eu amei!
    De fato, esse não gira em torno do sexo, e eu gostei disso porque estou torcendo pelo Wes, rsrs. A autora soube trabalhar bem o livro, principalmente com o casal Anthony e Hector. Merece o ❤!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oi Mary.
    Eu sotei da sua sinceridade, mas confesso que não tenho interesse em ler essa série, esse fluxo constante de homens não entra na minha cabeça, mas achei esse mês bem interessante e ainda assim fiquei curiosa para saber o que acontece com o casal.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Eu amei todas os livros da série!
    Gostei bastante da história do Alec e do Tony, muito amor envolvido <3
    Achei um tema bem interessante e importante! Também achei a história muito bem escrita e os personagens apaixonantes.
    Só sei que a cada mês a história da Mia só melhora, a escrita da autora é incrível, prende o leitor do início ao fim.
    Super indico essa série!!!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei essa série! Achei que teve muitos altos e baixos na qualidade, mas mesmo assim, AGDC conseguiu me cativar!

    ~ Compulsivamente Literária

    ResponderExcluir
  5. Achei interessante o tema desse mês porque além de dar uma mudada de ares ele ainda traz uma questão boa para se ter em conta. A aceitação e a luta dessas pessoas deve ser tão difícil, ainda mais se forem criadas em famílias tradicionais. É complicado.
    Mas achei legal a autora abordar isso.
    E parece que tem menos cenas de sexo e mais coisas acontecendo. Gostei disso também. Acho que esse iria me agradar bastante.
    Não sei quando começo essa série. Estava pensando em pegar agora esse mês, mas já meio que agendei outros que quero ler e não sei se vai rolar. Queria ver logo como são essas histórias...

    ResponderExcluir
  6. Olá, Mary!!
    Achei bem interessante essa série, mas não chega ao ponto de ler. Amei a resenha!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi Maryanny, apesar de não ter lido nenhum livro dessa série tenho visto muitas resenhas de seus livros e sei que eles tem altos e baixos, e fico feliz que esse é um dos bons. Mesmo a história sendo clichê, o tema que a autora escolheu pra abordar é muito bom e ver exemplos de aceitação da família.

    ResponderExcluir
  8. Maryanny!
    Realmente o enredo desse é diferente dos anteriores e ainda nem teve sexo, que por um lado é bom e por outro, fica menos atrativo.
    Como é uma série, temos de ler, né? E acompanhar o que virá nos próximos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Oi, Maryanny!
    São muitos os elogios que vejo sobre a série, mais até do que críticas negativas, e com enredos aparentemente bem construídos e, nesse caso, diversificados, realmente deve ser uma leitura bem gostosa e envolvente, para quem gosta do estilo mais hot, ainda que esse não tenha muito desse conteúdo, mas, enfim... Por não me agradar muito com esse estilo mais sensual e erótico mesmo, nem penso em fazer essa leitura, mas para quem curte parece ser uma indicação mesmo, ainda mais com abordagens mais específicas e atuais como nesse terceiro livro. Espero que continue a gostar dos demais volumes!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi Mary!
    Ainda não li os livros dessa série, mas tenho grande curiosidade. Fiquei surpresa ao ler sua resenha porque sempre pensei que todos os volumes tivessem auto teor sexual e nada mais, mas parece que autora vai muito além disso e trata de temas importantes, como no caso de desse de março, onde abordou a aceitação de uma família a um personagem homossexual e a coragem dele em se assumir perante o preconceito.
    Já estou ansiosa para saber como será o mês de Abril para Mia!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Não é bem o tipo de livro que me atrai, sabe, parece mais uma versão de 50 tons de cinza diferente. Faz a gene pensar que sensualidade e dinheiro é o auge do luxo. Não gosto muito não.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
  12. Tenho curiosidade em ler essa série ganhei os dois primeiros em um sorteio, achei interessante esse tema abordado, pois esta muito em alta e tem muitas pessoas que tem medo e até receio de contar para a família assim como o personagem, passei por isso com um familiar e não é nada fácil.

    ResponderExcluir
  13. Não curto muito este estilo de livro que fala muito sobre sexo, mas não jugo quem goste. A resenha foi bem feita parabens, mas não pretendo ler este livro.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Maryanny!
    Já li várias resenhas sobre essa série mas confesso que não me interessei em lê-la, não faz meu estilo de leitura... Mas achei interessante os assuntos abordados no livro "aceitação familiar e o quão é difícil para uma pessoa se assumir homossexual" ; e que bom que você não se decepcionou com A garota do calendário: Março como se decepcionou com o livro anterior, espero que os próximos livros esteja de acordo com suas expectativas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Maryanny! Pude acompanhar vários comentários sobre essa série e confesso q não chamou minha atenção. Por mais q a autora aborde temas diferenciados ao longo da série, acho q não conseguiria conclui-la e acompanhar a protagonista durante toda essa saga sexual.

    ResponderExcluir
  16. Oi Maryanny!
    Muito legal da parte da autora mostrar esse outro lado das relações e nesse livro não ser focado nela com mais um outro cara. Confesso que ainda estou curiosa pra saber se ela ainda continuará apaixonada pelo Wes ou se aparecerá algum outro mês por quem ela vai se apaixonar. Vou ficar acompanhando suas resenhas pra saber hahaha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Eu não gostei tando desse mÊs!
    Mesmo sendo o livro pequeno, ache chato a história!
    Para min, Janeiro foi o melhor mês!
    Ainda não li todos, mas Janeiro ainda ganhou!
    Não sei se vou continuar a série!

    ResponderExcluir
  18. Tinha gostado bastante do enredo, da ideia de um livro por mês, um mocinho por mês e novas possibilidades, mas foi bem decepcionante. Li somente o primeiro e fiquei sem entender algumas coisas. A sinopse cita tando a família e, no entanto, ela mal vê a própria família. Outra coisa que me incomoda é a romantização da profissão.

    ResponderExcluir
  19. Estou louca querendo ler essa coleção, estou pensando seriamente em ler em PDF porque é leitura muita rápida, pois numero de pagina são pequenos. O que mais gostei dessa serie, foi a sedução, as reviravoltas, a personalidade marcante dos personagem, tudo isso eu notei lendo resenhas como essa. Só leio elogios sobre esse livro, o que deixa cada dia mais curiosa

    ResponderExcluir
  20. Olá, é bom saber que a autora tirou um pouco o foco das cenas picantes para focar mais nos dramas da protagonista. Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Oi Mary, quando começaram a falar sobre esses livros eu fiquei super animada para ler, mas aí fui lendo algumas resenhas e desanimei. Acontece que ganhei o primeiro livro autografado e tudo sabe, aí tive que ler né rsrsrs.
    Não é que eu não tenha gostado. Eu gostei. Mas ao final do livro 1 quando temos uma palinha do de fevereiro eu me senti mau sabe. Será que eu iria aguentar ver ela se envolver com outras pessoas sendo que meio que me apaixonei pelo primeiro?
    Enfim, ainda não decidi ao certo se vou dar continuidade a série.
    Beijos
    [SORTEIO]Baile Literário
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Ainda não consegui começar a série, estou mto curiosa pra conhecer Mia e suas aventuras, espero conseguir em breve!
    Parabéns pela excelente resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Que bom que esse livro se mostrou muito mais proveitoso que os primeiros volumes porque eu vou te dizer mana que eu não consegui nem ler o segundo livro sem querer morrer de tédio ou jogar o livro pela janela. Mas devo dar meus parabéns a autora por trazer assuntos delicados e pelo que entendi em sua resenha ela soube desenvolver o enredo nesse volume. Espero que o próximo seja mais ainda melhor.

    ResponderExcluir
  24. Oi, Maryanny!
    Gostei bastante da resenha mais infelizmente não gosto muito dessa série. Não sei se algum dia vou mudar de idéia. Mas fica a indicação de leitura.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  25. Achei interessante o tema-tabu abordado e o fato de não ser focado em sexo, mas essa série não me chama mais a atenção. Comprei os 4 primeiros, li o Janeiro e desisti dos outros... achei uma leitura muito boba, sem propósito. Espero que suas próximas leituras continuem boas como essa!

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oi!
    Ainda não li nenhum livro dessa serie, mas lendo a resenha achei essa historia bem interessante, gostei muito dessa volta da Mia, depois de tantos meses afastada e desse reencontro com o pai, também gostei de temos uma historia que foge daquele padrão com o cliente e estou bem curiosa para poder ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  27. Não curto muito este estilo de livro que fala muito sobre sexo, mas não jugo quem goste. A resenha foi bem feita parabéns, mas não pretendo ler este livro.

    ResponderExcluir
  28. Oi Maryanny...
    Apesar de ter gostado muito da sua resenha, ainda não consegui encontrar nada nessa série que me atraia tanto a ponto de querer lê-la... Venho acompanhando as resenhas dos livros desta série... Quem sabe em algum momento eu a leia...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D