OPINIÃO || GEORGE - ALEX GINO || @galerarecord

27 de out de 2016

George - Alex Gino

Original: George
Páginas: 144
Ano: 2016
Editora: Galera Junior
Encontre Aqui: Skoob, Amazon, Saraiva.


"Ela desejava poder ser outra pessoa - qualquer outra pessoa."




Olá madies! Sabe quando você lê um livro com uma história aparentemente simples, mas que ela te toca lá no fundo por ser sensível? Pois é, foi isso que aconteceu comigo com o livro que vou falar hoje.

George é apaixonada por maquiagem e moda. Sempre que pode, folheia suas revistas e faz das modelos suas amigas. É sensível e desde que conheceu a história A Menina e o Porquinho, se encantou pela personagem Charlotte, a aranha. Quando descobriu que a sua turma ia fazer um teatro da história, ficou animada e com muita vontade de tentar o papel de Charlotte, para assim mostrar o seu amor pela personagem. Só que não era simples assim, pois George era uma menina presa no corpo de menino. 

"Mas George não tinha um problema normal. Não tinha medo de cobras. Não tinha tirado nota ruim em matemática. Ela era garota e ninguém sabia." (p. 38)

Esse livro é incrível de tantas formas que eu nem sei explicar direito. É uma história juvenil, que trata que um assunto bem pouco conversado, a transexualidade. Eu conhecia muito pouco sobre o assunto, até que tive a matéria de Gênero e Sexualidade na faculdade. Meu professor foi maravilhoso para explicar esse e outros termos do gênero. Graças a ele, abri mais os meus olhos sobre o assunto e desfiz alguns preconceitos. Por isso acho muito importantes os livros com temáticas LGBTT, porque nos ensina desde cedo a entender e respeitar as pessoas.


O enredo parece simples. George quer atuar na peça no papel de Charlotte, porém a sua professora não deixa, por ser menino (por fora). Com a ajuda de sua amiga Kelly, elas armam um plano para que ela consiga realizar o seu desejo. Só que a história é muito mais profunda que isso: nos mostra o sofrimento de uma garota de 10 anos que não consegue ser como é, a incompreensão das pessoas que vivem próximos a ela e o bullying sofrido na escola, por ser mais sensível do que os outros meninos de sua turma. 

"Ela tinha mesmo começado a acreditar que, se as pessoas conseguissem vê-la no palco como Charlotte, talvez fossem ver que ela era uma garota fora dele também." (p. 66)

George é encantadora. Ela sofre muito por não poder ser quem realmente é, e acha que fazendo o papel de Charlotte, as pessoas vão ver como ela é de verdade: uma menina. Me apaixonei por ela logo de cara, sempre tentando amenizar a sua situação e sonhando no dia que poderá ser quem é. Sua amiga Kelly também é uma personagem incrível. Sempre alegre, faz de tudo para ajudar a sua amiga, chegando a fazer além do esperado. No início a achei meio boba, mas depois ela foi me ganhando. Outros personagens que merecem meu amor aqui é o irmão de George, Scott, e a diretora de sua escola, sra. Maldonado.

Uma coisa muito bacana é que George se refere como menina a todo momento. Mesmo sendo nova, ela sempre soube quem é e busca bastante informações sobre o assunto, o que nos faz conhecer mais sobre a transexualidade. O tema é tratado de uma forma delicada e sensível, fazendo que pessoas mais novas consigam entender o que acontece e a situação de Charlotte. 


Eu recomendo muito a leitura! George não só nos mostra como é difícil ser algo que não somos, como nos mostra que devemos sim lutar por aquilo que queremos e o que somos. Aprendi muito com essa menina de 10 anos e sei que muitas pessoas vão aprender com ela também. A vida não fácil, e para as pessoas que fogem do padrão, são piores ainda. Tudo que elas precisam é de apoio e respeito, para poder serem quem realmente são. Leiam e deem uma chance a história, vocês não vão se arrepender.

Caso já tenham lido, deixem nos comentários o que achou. E se não leu ainda, comentem se sentem vontade de ler e o que acham de livros com essa temática (sejam educados por favor). 


Livro recebido de cortesia em parceria com a editora. 

 

Beijos e até a próxima

Me siga nas redes sociais
Facebook  Instagram  Twitter  Skoob  TVShow Time  Filmow  Deezer

19 comentários:

  1. Oi, Gabriela!!
    Ainda não li esse livro mas gostei muito dele a premissa é muito diferente de tudo que já li. Gostei muito da forma que você escreveu a sua resenha e sim quero muito ler esse livro é conhecer esse história.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  2. nunca li um livro sobre esse tema , o interessante é que o livro feito para crianção e adultos e o sobre tema ser tratado com delicadeza acho que um forte ponto para conquistar os leitores e mostrar que existem pessoas assim

    ResponderExcluir
  3. Gabi!
    Tenho a maior vontade de ler esse livro para poder acompanhar como George se sai passando-se por uma pessoa que não é...
    “Das coisas que a sabedoria proporciona para tornar a vida inteiramente feliz, a maior de todas é uma amizade”.(Epicuro)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Gabriela!
    Acho esse livro uma graça, e concordo que o tema é algo a ser discutido com afinco nos dias de hoje. O meu único pé atrás com o livro é que tenha ficado convincente o comportamento da George, que tão nova já sabe tanto de si... Mas enfim, espero poder ler pra saber mais sobre o assunto e me sensibilizar com a história também.

    ResponderExcluir
  5. Oiiiiiiiiiiii!
    Tenho muita vontade de ler, mas estou cheia de livros para ler.
    But vou achar um tempinho para ler.
    Vou comprar o mais rápido possivel.
    essa resenha está ótima!
    Bjãooooooo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Gabi, que linda essa história...o enredo tá excelente tbm...Já qroo com toda ctz!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu adorei sua resenha, esse livro ja tá na minha lista faz um tempo, vi muita gente falando dele, principalmente pela polemica em torno dele, e acho que esse livro é uma utilidade publica, ja que as pessoas julgam tanto porque não sabem como é.
    "Ela tinha mesmo começado a acreditar que, se as pessoas conseguissem vê-la no palco como Charlotte, talvez fossem ver que ela era uma garota fora dele também."

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Tinha visto esse livro antes mas ainda não tinha parado para ver sobre o que era a historia e lendo a resenha gostei muito, achei bem interessante o tema que o autor explora e principalmente por mostrar desde o começo, esse parece ser aquele tipo de livro que depois que acaba nos mostrando um outro lado que ainda não conhecemos e se tiver oportunidade quero ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  9. Oi, sempre vejo pessoas falando maravilhas sobre essa leitura, creio que até hoje não tenha visto uma crítica negativa. Retrata um tema muito forte e que se pararmos pra pensar pode estar acontecendo com alguém próximos a nós. Parabéns pelo blog Gabi!

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Eu gosto bastante desse tipo de livro, mas infelizmente o que você descreveu não me cativou não, mas é bom ver livros que tratam de assustos tabu ganhar seu espaço literário, adorei a resenha.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  11. Quando li pela primeira vez a resenha desse livro logo me encantei e quero um exemplar. Achei super interessante abordar esse tema e com uma criança, pois também não sei muito sobre ele, o livro deve nos passar conhecimentos sobre o assunto e abrir nossa mente para outros padrões. É uma situação difícil para a pessoa e para os envolvidos também.

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li este livro, mas gostei muito de sua premissa e abordagem. Nossa sociedade precisa de mais livros assim, que falem abertamente para todas as idades. Já me apaixonei pela George sem nem mesmo "conhecê-la" direito..rs...
    Ótima resenha e dica.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  13. Esse é um livro que não entra no meu momento atual. Não tem nada haver com a temática, mas fica pra uma outra época da minha vida. Entra na lista do Stand by! (que resenha linda!)

    ResponderExcluir
  14. Gosto de ler uns livros com esse tipo de tema porque abre os olhos mesmo e faz a gente entender a pessoa nessas situações. É interessante ver o lado dela, o que ela passa e sente e isso pode até destruir alguns preconceitos que o leitor possa ter. Achei um livro muito bonito. Parece ser sensível e passar uma lição bonita, além de deixar essa afirmação de se aceitar e abraçar o que você é, lutar para ser o que você quer ser. Isso é bem legal.

    ResponderExcluir
  15. Oi Gabriela,
    Já tinha sido conquistada por esse livro quando li a sinopse assim que saiu o lançamento, mas agora depois de conhecer essa personagem tão cativante e decidida, com certeza vou querer ler esse livro. Que bom que o autor tratou esse assunto de uma forma simples mas sem deixar de encantar os leitores. Gosto de livros com essa temática, já li alguns e foram leituras muito envolventes, com boas lições para a vida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Gabi, a resenha me surpreendeu. Pela capa eu não imaginava a historia linda que vc narrou. E é incrível ver o mundo pelos olhos de uma grota de 10 anos. O fato do autor aliviar e trazer a tona tudo de uma forma facil e encantadora de se ler me animou.

    Bj
    http://www.meupassatempoblablabla.com

    ResponderExcluir
  17. Quando olhei a capa me lembrou Quarto, mas assim que li tua resenha vi que é completamente diferente!! Fiquei bem curiosa com essa temática de transexualidade que é algo pouco explorado. Espero conseguir comprar pra ler :) beijoss

    ResponderExcluir
  18. Oi! Eu ouvi falar sobre esse livro esse mes, e assim que eu soube q se tratava de uma pessoa trans eu quis ler imediatamente. Acho que livros do genero são muito importantes para sensibilizar e conscientizar as pessoas, então sempre que eu vejo o lançamento de um ele já vai para minha lista de desejados hehehe

    ResponderExcluir
  19. A capa não diz muito sobre o livro, fazendo a gente achar que é uma coisa, mas é outra. Tentarei comprar esse livro.

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D