OPINIÃO || PARA SEMPRE ALICE - LISA GENOVA || @ednovafronteira

12 de set de 2016

Para Sempre Alice - Lisa Genova

Original: Still Alice
Páginas: 288
Ano: 2015
Editora: Nova Fronteira
Encontre Aqui: Skoob, Amazon, Saraiva, Submarino.

"Nunca saberemos o dia de amanhã. Deveríamos viver o hoje de uma forma bonita e com muita intensidade".




Olá, a resenha que trago para vocês é de um livro muito especial. Quando comprei Para Sempre Alice me vi ansiosa e com certo receio. Estava louca para conhecer a história, mas com medo de que fosse tão emocionante a ponto de não conseguir segurar as lágrimas. Confesso que estava certa quanto ao meu receio. Esse livro é tão emocionante que as lágrimas foram involuntárias. Mas vou para de enrolar e ir direto ao que interessa.

Para Sempre Alice nos trás um retrato comovente de uma paciente com Alzheimer. Alice é uma renomada professora da Universidade de Harvard e tudo está em seu devido lugar, até que, Alice começa a esquecer de algumas coisas, aparentemente sem importância. Inicialmente sua médica diz que esses esquecimentos podem ser devido à menopausa e não são nada demais. Porém, depois de repetidos episódios de perda de memória ela acaba por ser diagnosticada com Alzheimer de instalação precoce.

Quando diagnosticada com a doença, Alice não aceita, questiona, diz que está bem, afinal ela se sente bem, mas isso só no começo. Com o passar do tempo, Alice reage e ao invés de ficar se lamentando e chorando pelos cantos, ela se mostra uma mulher forte, decidida e que não abaixa a cabeça diante de uma doença qualquer. Para mostrar que ainda está viva e que quer viver, ela monta um grupo de pessoas que estão no estágio inicial da demência.



Esse livro é diferente de todos os outros sobre Alzheimer, porque nele a autora foca na paciente e não em sua família, como fazem a maioria. Sei que a família sofre, mas o doente é o mais prejudicado. E nesse livro ficou claro esse ponto. Em Para Sempre Alice conseguimos sentir o que Alice sente, cada uma de suas emoções são transmitidas para o leitor.

“Quando deixarei de ser eu mesma? Será que a parte do meu cérebro que responde por minha personalidade é vulnerável a esta doença? Ou será que minha identidade é algo que transcende neurônios, proteínas e moléculas de DNA defeituosas? Estarão minha alma e meu espírito imunes à devastação da doença de Alzheimer? Acredito que sim.”

Amei conhecer a Alice e sua família. Ela é casada e tem três filhos, com certeza a Lydia (que é atriz) foi a filha que mais me encantou, ela foi a única que continuou a tratar a mãe como se nada tivesse acontecido. Passou a cuidar mais da mãe, claro, mas continuou a conversar com ela normalmente e não como se Alice fosse uma demente, enquanto as outras pessoas à sua volta a tratavam com pena ou cuidado excessivo ao falar, Lydia continuou a ver na mãe a mulher forte que esta sempre foi.

“A atriz parou e voltou a ser ela mesma. Olhou para Alice e esperou. - E então, o que você está sentindo?

- Estou sentindo amor. É sobre o amor.
A atriz sorriu, correu para Alice, deu-lhe um beijo, e cada parte de seu rosto parecia radiante.
- Acertei? – perguntou Alice.
- Acertou, mamãe. Você acertou em cheio.”

Durante a leitura me emocionei bastante, mas ao terminar me senti mais forte, pois ao mesmo tempo em que a história é triste, é inspiradora. Te encanta, mas também faz refletir. Enfim, o que tenho a dizer é: leiam esse livro, valerá a pena!


          

17 comentários:

  1. Eu já tinha ouvido falar desse livro, inclusive, minha mãe assistiu ao filme e quando ela veio comentar comigo, estava com os olhos vermelhos de tanto que chorou com a história. Parece realmente ser uma história emocionante e dramática, e Alice parece ser mesmo uma mulher muito forte e corajosa. Tenho muita vontade de conhecer a história também, mas tenho o mesmo receio que você, além de ter a sensação de que acabaria ficando com uma ressaca literária.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Aaaiin q lindo! Parabéns pela resenha, me agradou mto, fiquei ainda mais curiosa pra ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, Valeria!!
    Que resenha linda!! Esse livro mexe muito comigo e ainda não tive coragem de ler o livro e nem de assistir o filme.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus, que resenha mais linda, eu já fiquei muito, muito curiosa e bem emocionada com esse livro, pois ele fala acima de tudo sobre aceitação e amor. A capa é perfeita, mesmo sendo baseada em filme (que geralmente eu não gosto), mas já desejo esse livro mais do que nunca! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  5. Nunca li livros com essa temática, certeza que vou chorar se ler esse livro, deve ser triste, mas ao mesmo tenta transmite uma lição muito bonita. Quero ler!

    ResponderExcluir
  6. Já vi o filme e não sabia que tinha livro. Eu me lembro que também chorei horrores. Não me lembro disso que ela monta um grupo de pessoas com Alzheimer - acredito que não colocaram isso no filme. Quero ler o livro para me encantar com Alice - mais uma vez.

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Não vi o filme e nem li o livro, mas é um tema bem importante. Talvez um dia venha a ler, pois tenho certeza de que, apesar de triste, é muito reflexivo e deve passar uma boa mensagem. Sua resenha está perfeita! Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Valeria,
    Que resenha mais sincera, já estou prevendo a carga de emoção desse livro. Faz tempo que quero ler esse livro, mas ainda não tive a oportunidade, gosto de livros que nos inspiram desse jeito, com essa história comovente de uma mulher com essa doença tão que cruel. Assisti apenas o final do filme, preciso ver o filme completo, mas ainda quero ler o livro e conhecer essa mulher forte e corajosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Esse livro parece ser bem lindo mesmo! Eu comprei ele em uma promoção do sub, e estou só esperando chegar pra começar a ler ele :)
    Eu nunca li nenhum livro que aborda o Alzheimer, e achei bem legal o livro focar na paciente. Também espero gostar bastante do livro :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. sempre vejo esse livro em promoção no submarino , nunca li nada sobre essa terrível doença , gostei muito do enredo com certeza irei ler . mas quero ler esse livro com muito calma para absorver tudo de bom que ele pode passar. um abraço

    ResponderExcluir
  11. olá pessoal, obrigada pelo carinho. leiam mesmo e depois me contem o que acharam. bjs

    ResponderExcluir
  12. Deve ser uma historia muito linda, que bom que foca na personagem com a doença acho que assim sabemos mais como ela é e suas causas, além de saber como a personagem se sente em relação ao que acontece com ela. Gostei da filha dela a tratar normalmente acho que ajuda a pessoa a se sentir melhor. Gostei da Alice por ser uma pessoa pra cima que mesmo com a doença não se deixou desanimar e até quer ajudar as outras pessoas com o grupo que montou.

    ResponderExcluir
  13. Parece ser um livro lindo, do tipo que te faz chorar pelos gestos mais simples da personagem. Me dói imaginar um dia ter que passar ou ter alguém amado passando por uma situação como essa, mas se informar sobre e ter pelo menos uma leve noção do que as pessoas passam é mais que necessário, é enriquecedor, ainda mais quando o livro (pelo o que eu percebi) destaca não o sofrimento, mas sim a atitude da personagem frente a tudo isso.

    ResponderExcluir
  14. Fiquei com vontade de ver o tal filme quando vi. Não conhecia livro. Cheguei a assistir um pouquinho mas não deu pra ver tudo :S
    O livro parece bem emocionante e deve ser triste acompanhar o que ela vai passando. Você sentir o que ela sente...
    É diferente mesmo por isso, normalmente vejo mais sobre como a família reage e não o doente. Mas caramba, é tão ruim. Nem posso imaginar como seria ler. Se vendo pela perspectiva dos familiares já dá um nó no peito, imagina por quem passa? =/

    ResponderExcluir
  15. Não li esse livro ainda, não por medo de chorar mas por falta de oportunidade mesmo. Agora tenho certeza que preciso ler, pois se trata de uma história delicada e emocionante. Não li muitos livros que falam sobre o Alzheimer e por isso esse tema chama minha atenção, principalmente por focar na personagem e não em sua família.

    ResponderExcluir
  16. Eu gostei muito desse livro! Eu li ele por indicação de uma amiga minha, e achei a história muito linda, e muito boa. Eu não li muitos livros com personagens com Alzheimer, mas gostei muito desse, e gsotei muito da autora ter mostrado mais a paciente do que a família. Agora estou querendo assistir o filme =)
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  17. Eu vi o filme mas nunca li o livro. Gostei muito da história que vi no filme e com certeza o livro deve ser melhor ainda.

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D