OPINIÃO || LIVRO DO DIA E DA NOITE: A UNIÃO DE DOIS MUNDOS - SANDRA CARREIROS

19 de set de 2016

O Livro do Dia e Da Noite: A União de Dois Mundos - Sandra Carreiros

Páginas: 190
Ano: 2010
Editora: Chiado Editora
Encontre Aqui: Skoob.

"No Mundo dos Homens, o meu poder é o dinheiro. Com ele tento fazer justiça e ajudar quem mais precisa."




Olá, pessoas. O livro que vou falar para vocês hoje é voltado para o público Juvenil e é de Portugal. Eu tenho uma relação muito próxima com a Literatura Infanto-Juvenil, foi meu corpus de estudo e é uma coisa que eu gosto muito de ler, sempre que eu posso. De início eu nem sabia que esse era um livro assim, achei que era um romance por causa da capa, e meio que já estava torcendo o nariz. Quando descobri que não era nada do que estava pensando, fiquei bem mais aliviada e até curiosa para saber o que a leitura me guardava.

O livro começa com uma mulher procurando uma caverna secreta no meio da chuva. Assim que ela encontra, somos apresentados aos quatro personagens principais, que sairão em uma busca: Maria, Pedro, Sandrina e JM. Eles precisam encontrar Luna, que foi uma das rainhas mais poderosas do Mundo da Magia, e que vai renascer no Mundo dos Homens, mais precisamente em Portugal. E assim tem início a aventura desses quatro jovenzinhos.


O início da história me lembrou muito vários livros infanto-juvenis que já li até hoje: várias crianças/adolescentes cheios de energia e falastrões que encontram uma aventura e mergulham nela de cabeça. Mas fiquei um pouco decepcionada já que a construção dos personagens é plana, eu quase nunca sabia muito bem quem é que estava falando ou fazendo alguma coisa, são todos muito parecidos. O único que tem uma personalidade mais definida é Pedro, e isso porque ele é descrito como preguiçoso e narcisista. Outra coisa que me incomodou bastante foi o fato das soluções para os problemas deles saírem do nada. Não há nenhuma indicação que uma solução (geralmente) externa está para aparecer, mas do nada alguém surge e tudo se resolve, meio Deus Ex-Machina.


"Só vim dar um beijo de boa noite! Senti que o tinha que fazer, é inexplicável! - disse ele, enquanto se debruçou sobre o seu rosto e lhe deu um beijo delicado na face. - Talvez seja porque já foste rainha do meu povo." (p. 88).

O livro veio em português de Portugal, mas como eu já tenho um background de português arcaico e galego-português, não achei isso um problema. Talvez haja alguma dificuldade com uma palavra ou outra, mas poderia ser bem pior, acreditem. Como ponto positivo, achei que o livro passa bem a cultura portuguesa. Percebi que a autora exaltou o que Portugal tem de interessante e foi o que mais gostei de toda a leitura. O livro também é composto de muitos diálogos e capítulos curtos, o que deixa a leitura rápida. Espero que gostem.


Livro lido em booktour


Abraços e até a próxima.

14 comentários:

  1. Olá Andrea! Gostei do enredo desse livro, nunca tinha lido nd sobre ele, meu primo já havia me flado dle, mas nunca me interessei, qqr dia eu qro conferir, pois sua resenha me convenceu!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada no português de portugal, mas acho que eu teria uma dificuldade imensa de me adequar as palavras, conheço pouco as palavras. De qualquer maneira, gostei do enredo da história, e seria bom pra começar a variar meu vocabulário. Vou pesquisar preços.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada em língua diferente da minha, e isso me deixa sem muita base para opinar, mas achei que a premissa parece demais com contos que já li em outros livros e isso não me agradou. A capa pe bem sem graça, mas acho que devo dar uma chance e ler. É fácil de encontrá-lo?

    ResponderExcluir
  4. Pela capa nunca diria que é um Infanto-Juvenil. Como você bem disso a história em si já é algo conhecido - grupo de amigos sair em uma aventura - mas o fato que mostra a cultura portuguesa foi um ponto positivo para mim que não conheço ''nada'' kkk Acho que iria me incomodar que os personagens não são bem caracterizados e que durante a leitura podemos confundir um com o outro ou que a solução dos problemas não foi bem escrita/ planejada (para mim essa é uma das partes mais legais em livros de aventura) Não sei se leria, talvez se eu visse em promoção poderia dar uma chance ao livro

    ResponderExcluir
  5. Oi, Andrea!!
    Não conhecia esse livro mais achei ele bem interessante!! Sua resenha ficou maravilhosa!! Infelizmente está em português de Portugal ai não tem como entender muita coisa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Andrea,
    Não conheci esse livro e apesar de gostar de ler de vez em quando um livro Infanto-Juvenil, esse não me agradou muito.
    Não curto muito quando os personagens não são bem construídos, sem falar que é péssimo quando as falas não são identificadas, falta informação e fica tudo muito vago e confuso. Sou uma pessoa detalhista, então prefiro me localizar na história hahaha
    Se por acaso chegar a ler, acho que a parte mais interessante com certeza será sobre a cultura portuguesa, adoro conhecer novos costumes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. infanto - juvenil é um dos meu gêneros favoritos . o enredo não me parece ser algo original . o interessante é o livro ser de Portugal ,nunca li nenhum livro desse país , acho difícil o português de Portugal tem muitas palavras diferentes da nossa . uma abraço

    ResponderExcluir
  8. Oi, Andrea! Não sou mais tão fã de infanto-juvenis e esse não me chamou atenção, parece ser algo beeeem sessão da tarde. Não gosto quando os personagens são mal descritos, a história acaba se arrastando e sendo confusa ao mesmo tempo. Também me incomodaria um pouco com o português de Portugal.

    ResponderExcluir
  9. Eu confesso que não gosto muito de livro Infanto-Juvenis. O enredo do livro até parece ser interessante, mas não gostei de saber que os personagens não são muito bem construídos. Eu acho que não vou gostar muito desse livro não :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Gosto de livros infanto-juvenis, mas a premissa desse não me chamou atenção. Creio que a leitura não me conquistaria. Ainda mais tendo essa diferença de idiomas, seria uma leitura mais demorada. Sua resenha está ótima, muito bem explicada. Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Não sei se iria gostar muito de ler, mas achei interessante o fato de ser de Portugal. Seria bom por mostrar um pouquinho da cultura de lá e ver um pouco da escrita deles, que faz tempos que não leio nada. Mas sei lá, a história não chamou tanta atenção assim =/

    ResponderExcluir
  12. É uma pena que o livro tenha te decepcionado, eu também amo obras juvenis, mas não pretendo ler esse livro, já que não leio tantas críticas boas a ele, principalmente destacando essa superficialidade dos personagens e fatos. Algo que me interessa é o livro saber explorar a cultura portuguesa, mas não sei se leria.

    ResponderExcluir
  13. Esse livro não me interessou muito não. Não gosto tanto de obras juvenis, e acho que a construção dos personagens iria me incomodar um pouco. E também não gosto muito de ler livros em português de Portugal =/
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro, achei a proposta interessante uma poderosa rainha que vai renascer e terão que encontra-la essa busca deve ser uma aventura e tanto, pena que parece que não houve aprofundamento em relação aos personagens e aos problemas que aparecem para atrapalhá-los. Não li nenhum livro com o Português de Portugal.

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D