OPINIÃO || A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS - MARKUS ZUSAK || @intrinseca

20 de set de 2016

A Menina Que Roubava Livros - Markus Zusak

Original: The Book Thief
Páginas: 478
Ano: 2014
Editora: Intrínseca
Encontre Aqui: Skoob, Amazon, Saraiva, Submarino.

“Está aí uma coisa que nunca saberei nem compreenderei: do que os humanos são capazes.”




Olá a resenha de hoje é de mais um livro emocionante, acredito que todos conheçam este livro, quem ainda não leu, ao menos já ouviu falar. Eu já tinha ouvido falar muito a respeito desse livro e sempre que ouvia pensava: “mais um livro da 2º guerra mostrando o sofrimento dos judeus.” Mas me surpreendi ao ler, pois, não fala apenas dos judeus, ele vai além.

menina que roubava livros retrata a Alemanha da 2º Guerra Mundial, a ditadura de Hitler, a perseguição aos judeus, o sofrimento dos alemães, afinal qualquer pessoa que viva em meio á guerra sofre, mas também mostra as brincadeiras das crianças que moravam na rua Himmel.9

Este livro tem uma narradora um pouco diferente dos outros: a morte. E por isso não podemos esperar risos, somente lágrimas, certo? Errado



“Decididamente, eu sei ser animada, sei ser amável. Agradável. Afável. E esses são apenas os As. Só não me peça para ser simpática. Simpatia não tem nada a ver comigo.” (p. 08)

O autor usa da ironia em quase todo o livro, o que é muito bom, pois dá um ar mais leve ao livro que possui um tema tão pesado. A história concentra-se nos moradores da rua Himmel, em especial a família de Liesel, uma menina muito esperta.

O que mais me chamou a atenção neste livro foi o fato de que o autor não fala tanto sobre os judeus, como acontecem na maioria dos livros sobre a 2º Guerra Mundial. Neste livro a ênfase é dada aos alemães, afinal eles também sofreram. Imagine crianças sendo obrigadas a desfilar nas ruas dizendo que Hitler era perfeito, homens sendo obrigados a irem para a guerra enquanto sua esposa e filhos ficam em casa sem comida. Esta não é uma realidade boa.


“Dizem que a guerra é a melhor amiga da morte, mas devo oferecer-lhe um ponto de vista diferente a esse respeito. Para mim, a guerra é como aquele novo chefe que espera o impossível. Olha por cima do ombro da gente e repete sem parar a mesma coisa: ‘apronte logo isso, apronte logo isso.’ E aí a gente aumenta o trabalho. Faz o que tem que ser feito. Mas o chefe não agradece. Pede mais.


O melhor desse livro é que ele foi escrito a partir de relatos de pessoas que viveram na Alemanha nazista, os pais do autor. Talvez por isso seja tão real.

Outro ponto muito interessante são as crianças, é lindo vem como, mesmo em meio à guerra, elas nunca deixam de brincar e de sonhar. Sonhar é o que nos motiva a viver.

Bem, essa resenha está um tanto sem coerência e sem conclusão, mas não posso falar mais para não dar spoilers. O que tenho a dizer é: talvez este livro te faça chorar, mas em alguns momentos você rirá, eu diria que vale a pena arriscar, pois o que aprendemos com ele levamos para a vida toda.


E aí gostaram? Já leram? Até a próxima e bjs da Val.



17 comentários:

  1. Olá Valeria!
    Li o livro já e tbm vi ao filme, o livro me agradou mto e tbm me surpreendeu bastante, eu gostei...Já o filme...Achei mto parado, mas agradou um um pouco...
    Pra quem ainda não leu eu recomendo!

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li o livro, mas cheguei a assistir o filme. Não gostei muito, foi bastante lento e o único personagem que eu me apaguei morreu no final. No entanto, acho que eu poderia ter uma visão totalmente diferente caso eu lesse o livro, já que o narrador é a morte. O tema é bem interessante.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda não assisti ao filme, mas os filmes costumam ser diferentes dos livros, então talvez você goste do livro. bjs

      Excluir
  3. Oi Valeria,
    AMO esse livro. Adoro livros com cenário da Segunda Guerra Mundial, sei que são pesados e com histórias muitas vezes cruéis, mas esses livros nos fazem refletir a respeito do que a humanidade é capaz. A Menina que Roubava Livros é um dos meus favoritos, com uma história emocionante que irá me marcar para sempre. Nesse livro a gente vê não apenas o quanto o ser humano pode ser cruel, mas principalmente o quanto ele pode ser bondoso. Já reli duas vezes, e pretendo reler mais uma vez.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho esse livro com a outa capa, já o li faz um tempinho e adoro a escrita e a narração do ponto de vista da morte, acho que mais do que um livro sobre os horrores da guerra esse livro nos coloca a pensar em que momento de nossas vidas deixamos de pensar. agir e sentir como crianças e endurecemos os nossos corações!

    ResponderExcluir
  5. eu já li esse livro . a questão da morte ser a narradora é algo muito peculiar do livro e é incrível também .eu gosto muito de saber sobre a segunda guerra e esse livro foi fundamental para mim , apesar da história ter muitas partes cansativas eu gostei muito do livro .

    ResponderExcluir
  6. Oi, Valeria! Esse livro é um assunto bem delicado pra mim, já que quando mais nova eu cheguei a começar a ler mas simplesmente não fluiu e eu acabei abandonando... Desde então tenho passado longe dele e do filme, mas acho que no futuro eu supere isso e dê outra chance, talvez a chave do problema seja a idade em que eu li o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a idade pode ser um impecilho para este tipo de livro, eu mesma esperei amadurecer um pouco para ler A menina que roubava livros, mas quem sabe agora você não acabe gostando dele, assim como eu gostei, caso resolva dar uma chance me conte depois, bjs

      Excluir
  7. Oi, Valeria, tudo bem?
    Assisti o filme e gostei muito. Tenho o livro na minha estante, mas ainda não fiz a leitura. Mas com certeza irei gostar, pois me agrada muito esse tema. Resenha ótima. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Valeria!!
    Acredita que nunca li esse livro? É verdade e agora estou me perguntado por quê?!! Pois esse livro parece ser muito interessante!! Adorei a resenha é vou procurar comprar o livro para ler!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou da resenha, leia mesmo e depois me conte o que achou, bjs

      Excluir
  9. Eu ameeei esse livro. Eu não costumo ler livros sobre a guerra, mas amei a história desse. Ele com certeza me fez rir e me fez chorar muito. E eu também achei muito legal o livro ser escrito a partir de relatos. Agora estou querendo ver o filme, e espero que seja tão bom quanto o livro :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Não é atoa que o autor ficou famoso com esse livro. Acho o melhor dele. De todos que li nenhum teve tantas emoções e foi tão bonito e gostoso de acompanhar. E eu sou meio viciada em livros de guerra. Adoro porque é cheio de emoções e se faz você conseguir "enxergar" aqueles tempos fica ainda melhor. O legal dele é esse tom irônico e inocente ao mesmo tempo, o fato de ser bem realista por ter um lado familiar sendo abordado, uma coisa que os pais dele vivenciaram e tal. Ficou uma mistura perfeita e impossível de não se emocionar. Muito bom.

    ResponderExcluir
  11. EU AMO ESSE LIVRO <33333333 Desculpa o caps lock kkk Sério, é tão bom ver o amadurecimento da Liesel e o relacionamento dela com as pessoas (principalmente com dois homens e um menino - que como você não citou não vou falar também porque vai que é spoiler kk) Você já viu o filme ??? É muito incrível também, chorei horrores

    ResponderExcluir
  12. Esse livro quando foi lançado era bem distribuído nas escolas, mas infelizmente li em um péssimo momento, ainda não tinha o hábito de leitora compulsiva e logo no primeiro capítulo achei o livro cansativo e confuso. Mas hoje em dia eu penso em retomar a leitura, já que amo obras que se passem na 2º guerra e nunca li nada narrado pela própria morte.

    ResponderExcluir
  13. Esse livro é muito bom! Eu gostei muito da narrativa, da história, dos personagens, e até do final (mas sofri muito com esse final). Eu amei e sofri com o filme também. Agora eu tenho vontade de ler outras obras do autor =)
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  14. Realmente a historia é muito triste, dolorosa, a parte boa é ver as crianças sorrindo no meio disso tudo, mas eu não gostei da leitura, prefiro mais o filme sei lá por que rs. Acho que por causa do final do livro.

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D