EU VI || VELVET GOLDMINE

7 de jul de 2016




Ficha Técnica
Original: Velvet Goldmine
Dirigido por: Todd Haynes
Ano: 1998
Duração: 124 minutos
Classificação: 16 anos





Olá, pessoas. Sabe aquele filme que você acaba de ver e se pergunta o motivo de nunca ter visto ele antes? Foi exatamente isso que eu pensei quando acabei Velvet Goldmine. Ouço falar desse filme há anos, uma amiga em particular sempre que podia me falava para assistir ele, já que eu sou fascinada na música produzida na década de 1970. Fiquei interessada, mas por motivos que me fazem questionar minha sanidade, eu acabei enrolando (se procrastinar desse dinheiro eu estaria ganhando milhões, pelo visto). Mês passado peguei ele para assistir porque estava saindo do catálogo da Netflix e acabei descobrindo um dos meus filmes favoritos da vida.



Vou avisando logo, isso é um musical. Eu sei que a maioria esmagadora das pessoas que eu conheço não suporta esse gênero, então já deixo o alerta aqui. Vi muita gente reclamando que sentiu que estava assistindo um clipe musical gigante ao invés de um filme. Mas seguindo em frente, a película conta, basicamente, a história do Glam Rock, que estourou nos anos 1970. Brian Slade (Jonathan Rhys-Meyers) é o roqueiro símbolo do movimento, até que um dia ele forja a própria morte e some. Nos anos 1980, um jornalista chamado Arthur Stuart (Christian Bale) fica encarregado de investigar o que realmente aconteceu, e para isso ele vai revisitar pessoas e acontecimentos relacionados com o passado que ele queria esquecer.

Parece um filme de mistério, mas esquece isso. É mais uma grande homenagem ao cenário musical da época. Há várias referências ao David Bowie, Iggy Pop, Lou Reed, Mick Jagger e toda essa galera muito louca que vocês devem conhecer. Parece que o filme foi feito para ser uma cinebiografia do David Bowie, mas ele vetou e os nomes e situações foram mudados, mas se você conhece um pouco da trajetória do nosso Starman, vai identificar diversas coisas que foram tiradas da vida dele. Além de Jonathan Rhys-Meyers e Christian Bale, temos no elenco o Ewan McGregor, a Toni Collette e a participação da banda Placebo.

Eu fiquei simplesmente encantada com o filme como um todo. Atuações excelentes, o clima dos anos 1970, a trilha sonora lacradora, as discussões de gênero e sexualidade que explodiram na época e as referências à cultura pop no geral (Marilyn Monroe, Andy Warhol, Oscar Wilde, e esses são só os extremamente óbvios). Eu achei tudo muito lindo, muito rico e quase assisti o filme de novo logo em seguida, porque a sensação que fica é que você deixou muita coisa passar (e provavelmente eu deixei mesmo).


Se eu pudesse e soubesse definir melhor o que é spoiler ou não, comentaria a vida inteira sobre Velvet Goldmine. Mas levando em consideração o que eu disse lá em cima, se você não gosta de musicais, provavelmente você não vai gostar. Mas se você gosta do bom e velho rock n’ roll, da cena musical e cultural setentista ou de David Bowie, esse filme é quase obrigatório. Espero que se sintam instigados a assistir.


Abraços e até a próxima.

15 comentários:

  1. Olha Andrea eu gosto bastante de musicais (exceto o barbeiro da rua zzzzzzzzzz!!) bom aquele com o Jhonny deep, que por incrível que pareça ficou cansativo e cheio apenas de sangue e musica. Mas na maioria dos musicais gosto do desenrolar da história junto com dança e coreografias de arrasar. Mas esse eu acho que deixaria passar apenas pelo tema: rock, não me atraiu nadinha com a resenha (mas vai que estou igual a você procrastinando e seja um filme da minha vida né?) Pela dica e pela sua experiência com o filme vou assistir sim

    ResponderExcluir
  2. Interessante essa de misterio pe=olicia e tudo, mais realmente não vou atraz do filme por ser musical, mais vai que esbarro com ele passando em algum lugar e ele me chame a atenção ai pode até rolar, pois o elenco é muito bom.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. tenho que admitir que não entendo nada sobre música e não tenho interesse em saber .por isso não vou ver o filme e também a classificação não me permite ver o filme . achei legal o blog trazer essa cultura da música para as postagens parabéns

    ResponderExcluir
  5. Amo filmes com referências musicais, tenho certeza que irei me encantar, sabe que também sempre ignoro esse filme? mas me arrependo, vou colocar como um dos próximos a assistir, antes que saia do catalogo, tenho certeza que irei amar isso de ''parece um clipe atrás do outro'', sinal de que o filme segue um ritmo divertido

    ResponderExcluir
  6. Esse filme parece ser um prato cheio para quem gosta desse estilo.
    Eu não costumo ver muitos filmes, mas eu sempre gosto de musicais, então talvez fosse me agradar.

    ResponderExcluir
  7. Olá Andrea!

    Parece ser um ótimo filme, mas infelizmente não para mim... Gosto mais de comédias romanticas, sem muito drama... Acho que os dramas eu deixo para os livros mesmo <3 KKKKK

    Beijos,
    Ana Martines

    ResponderExcluir
  8. Não o conhecia, e também não curto muito musicas dos anos 1970 (embora eu nunca tenha ouvido). Não sou de assistir a musicais, porque quando eu era menor, meus pais viviam ouvindo musicais e eu me irritei fácil.O filme parece ser bom, mas não dá pra mim.

    ResponderExcluir
  9. Meu Deus, que filme é esse?! Cadê minha netflix pra ver? Não conhecia e já amei a temática dele com música e nessa época. Faz tempos que não vejo nenhum filme do tipo e esse parece ser muito bom. Adorei, quero ver *-*

    ResponderExcluir
  10. Não gosto muito de musicais :/
    E não conheço quase nada sobre Glam Rock, então acho que veria o filme só por ver mesmo, sem muitas expectativas.

    ResponderExcluir
  11. Olá Andrea,
    Confesso que não sou muito fã de assistir musical, mas após ler essa resenha do filme já sei que vou ter que fazer uma exceção. Amo o bom e velho rock n’ roll, então será muito prazeroso assistir a esse filme que, com certeza, é uma grande homenagem ao cenário musical da época. Estou até imaginando a trilha sonora arrasadora! Vou tentar ver esse filme o quanto antes, obrigada pela dica ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Andrea!
    Infelizmente, não o conheço por não fazer parte da minha época. Mas confesso que teria muita vontade de ter conhecido aquele tempo. entretanto, não costumo assistir musicais e não gosto muito...
    Mas vendo que você gostou, acredito que muitas outras pessoas que gostariam de conhecer mais sobre os anos 1970 (assim como eu), é uma ótima oportunidade e acredito que seja uma obra muito rica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Nunca tinha ouvido falar desse filme antes , vi o trailer e parece ser um filme bem diferente do que eu sou acostumada a assistir . Eu não gosto muito musicais , mais quem sabe um dia eu tento ver esse filme e mudar minha opinião sobre musicais .

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Ainda não conhecia esse filme, mas achei bem interessante essa historia, mesmo não sendo o tipo de filme que gosto de ver, mas esse parece aquele filme que acaba nos surpreendendo e também gostei das referencias que ele trás, se um dia tiver oportunidade quero assistir !!

    ResponderExcluir
  15. Nunca tinha ouvido falar desse filme, mas me interessei muito pela resenha e vou assistir o mais cedo possível. Tenho certeza que vou gostar muito

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D