OPINIÃO | A Fascinação das Palavras de Julio Cortázar e Omar Prego Gadea

1 de out de 2015

Título: A Fascinação das Palavras
Original: La Fascinación de las Palabras
Autor: Julio Cortázar e Omar Prego Gadea
Páginas: 291
Editora: Civilização Brasileira

*Livro cedido em parceria com a editora

Julio Cortázar e Omar Prego Gadea se encontraram pela última vez em 20 de janeiro de 1984. Eles haviam se conhecido dez anos antes, em um vernissage, em Paris. Em 1982, depois da morte de Carol Dunlop, companheira do escritor argentino, nasceu a ideia desta obra – “um livro muito doido”, segundo Cortázar. Os dois amigos combinaram, então, de escrever um texto “a quatro mãos”, sem temas proibidos. A conversa foi interrompida somente com o falecimento do autor, em 12 de fevereiro de 1984.


Olá, pessoas. Vou falar hoje para vocês de um livro diferente. Fazia algum tempo que estava interessadíssima em conhecer a obra de Julio Cortázar, e aí comprei “Um Tal Lucas” dele e me encantei. Infelizmente, como minha vida financeira não anda me permitindo muitos excessos, não consegui me aprofundar mais na escrita maravilhosa desse autor. Até que Gabriela fofa pediu esse livro e me entregou para que eu resenhasse para vocês. Esse não é um livro de ficção, é uma entrevista que Julio Cortázar concedeu durante seus últimos tempos de vida ao seu amigo Omar Prego Gadea.

“Ele [Cortázar] era, claro, um argentino que tinha incorporado à sua cultura tudo o que a Europa pode oferecer – literatura, arte, música, velhas catedrais, e séculos de história concentrados numa pedra verdosa visitada por um gato, no sorriso de um ancião que bebe uma taça de vinho no boteco de um povoadinho do Midi –, mas que no fundo de si mesmo sabe que sua alma está fixada para sempre no Cruzeiro do Sul.” (p. 18).

O livro começa com uma introdução do Omar Prego Gadea falando um pouco sobre seu relacionamento com Cortázar e pequenas coisas relativas à forma como ele enxergava seu amigo escritor. Depois o livro é dividido em onze partes, sendo que as duas últimas são uma cronologia e as notas de referências. Nos nove tópicos de entrevista vamos lendo do próprio Cortázar coisas como: processo criativo, como surgiram algumas de suas histórias, opiniões literárias, posicionamento sobre a situação da Argentina na época, e por aí vai. O tom é bem intimista e é muito gostoso de ler. Cortázar, pelo visto, tinha dom tanto para a fala quanto para a escrita. Pessoalmente, gostei mais quando eles conversavam sobre suas obras. A visão dele sobre sua escrita, a origem de algumas histórias, isso para mim é ouro (faço letras, não me julguem). Claro que quando ele entra em temas mais pessoais é bem interessante também, mas a parte literária acaba chamando muito mais a minha atenção. Enquanto lia, senti um certo tom melancólico também. Não sei se porque sei que a entrevista nunca acabou de fato por causa do falecimento de Cortázar, se era a morte de sua companheira e sua saúde um pouco debilitada que o estava afetando, ou se era uma mistura de tudo isso e mais um pouco.

“Acho que, desde bem pequeno, meu infortúnio e minha fortuna ao mesmo tempo foi não aceitar as coisas como dadas." (p. 30).


                              (Apolo estava tão fofinho que não resisti <3)

Achei o livro muito bom de ler. Não sei se foi por causa da estrutura, mas é um livro rápido e tem diversos fatos interessantes da vida e obra do escritor argentino. Infelizmente, só recomendo a leitura se você já teve algum contato com o que Cortázar escreveu. Conhecer a escrita dele vai dar uma visão necessária para manter o seu interesse na leitura.

Abraços e até a próxima.


18 comentários:

  1. Oiee.

    Nunca tinha visto falar no autor. Pelo que li de sua resenha não é algo que irá me agradar se tentar ler, por isso deixarei passar

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  2. Amiga eu ainda não conhecia esse livro, mas gostei bastante de tudo que você abordou sobre ele. Mas acho que é um tipo de livro que não pegaria para ler por não fazer muito meu gênero de leitura, mas mesmo assim é legal a gente sempre tá conhecendo coisas novas né? Outra coisa, adorei o cachorrinho. Ficou tão fofo na foto hahahahaha

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resumo-do-mes-setembro.html

    ResponderExcluir
  3. Adorei o cachorrinho HAHAHAH
    Eu não conhecia o livro em si, mas me lembro de alguém ter falado a respeito dele. Não estou no clima para lê-lo agora, mas a dica está anotada como sempre. Nunca é tarde pra conhecer histórias novas. :D

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu não conhecia o livro ainda e confesso que não faz meu estilo de leitura, sabe? Então acho que no momento eu não leria ele, mas quem sabe mais para frente posso dar uma chance :D

    P.S: que cachorrinho mais amado!!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem ?

    Levando em conta o que você disse a respeito de que seria bom se a pessoa já tivesse lido algo do autor (o que não é o meu caso) para ler esse livro, acho que passaria essa leitura. A resenha ficou ótima, a propósito. Irei pesquisar mais sobre Julio Cortázar.

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  6. Andréa, sou louca para ler algo do Cortázar, mas só li um conto e já um bom tempinho.
    Espero ler alguma obra dele para poder ler esse.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  7. Olá, Andréa, tudo bem?
    Adorei sua resenha, pois não conhecia o livro e ela me trouxe detalhes bem interessantes sobre ele. Não tenho grande curiosidade na vida do Julio, mas sim nas obras dele, então provavelmente irei procurar ler seus livros antes de me arriscar nesse.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oiiie
    Bela resenha, já ouvi falar muito do autor mas ainda não acho o momento legal para conhecer a escrita ele, quem sabe mais para frente.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá. Não conhecia a escrita do autor e nem nada relacionada a ele, por isso, não irei ler no momento até porque não fiquei curiosa para ler o livro por não fazer o meu gênero.
    Mas enfim, quem sabe mudo de ideia.
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conheço o escritor e não sou muito fã desse tipo de leitura.

    Beijos
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá... tudo bem??
    Nunca nem tinha ouvido falar do livro e do escritor, na verdade esse tipo de leitura não é a minha... sua resenha ficou bem escrita e teve um significado pra você que já conhece a escrita do autor... essa dica eu passo.. Xero!

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nada do Cortázar, e nem sei se um dia pretendo ler. Então não tenho nenhum interesse num livro sobre a vida e obra do autor. Esse formato de entrevista deve deixar as coisas mais dinâmicas, mas realmente não é meu tipo de livro.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Não sou muito fã de biografias ou livros com teor biográfico, por isso acho que não leria esse, mesmo tendo ficado curiosa sobre a vida do autor. Mas fico feliz que você gostou e a leitura foi rápida e agradável
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Andréa, estou aqui me coçando de arrependimento por não ter pedido esse livro de parceria com a editora! Poxa vida!
    Ele parece ser maravilhoso, mas na época eu fiquei meio em dúvida (também ainda não conhecia nada do Julia Cortázar). Aí você me aparece agora e fala maravilhas do livro... <3
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  15. Ai Deus, Apolo ahazou ali, viu? Já me ganhou. HAHA
    Sempre quero colocar Cortázar na minha lista de desejados, mas eu fico tão receosa, me achando imatura para ler esse tipo de literatura ainda. Vamos ver mais para a frente.

    aworldtoread.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Andréa!
    Que bom que a leitura foi interessante p vc, acho que o q ajudou muito foi sua vontade de ler algo sobre o autor né? Eu não se se iria curtir tanto!
    Bjos!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  17. Olá, apesar de amar os autores argentinos eu não me senti atraída por esse livro, acho que de fato, ele seja muito interessante mas para os leitores certo, se eu o lesse não seria tão proveitoso assim.

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Não conheço o autor, mas darei uma pesquisada sobre a vida e obra dele para poder ler futuramente suas obras e talvez ser uma admiradora de seu talento.

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D