OPINIÃO | Psicose de Robert Bloch

2 de jun de 2015


Título: Psicose
Autor: Robert Bloch
Páginas: 139
Ano: 1964
Editora: Best-Seller




Psicose conta a história de Mary Crane, que foge após roubar o dinheiro que foi confiado a ela depositar num banco. Ela então vai parar no Bates Motel, cujo proprietário é Norman Bates, um homem atormentado por sua mãe controladora.


Oie gente, tudo bem? Aqui é o Léo mais uma vez, e hoje eu trago para vocês uma resenha de um clássico do terror e suspense, Psicose de Robert Bloch.

O livro conta a história de Mary Crane que trabalha como secretária, quando seu chefe pede para que ela deposite uma quantia alta no banco, ela não pensa duas vezes e foge com o dinheiro. Como já estava de noite e chovendo, ela acaba se perdendo na estrada e parando no Motel Bates, dirigido pelo Norman Bates, um homem adulto que sofre com uma mãe controladora e autoritária. Mary acaba se hospedando no motel e Norman a convida para um lanche, só que os dois acabam se desentendendo e Mary resolve tomar um banho. E acontece aquela cena clássica do cinema em preto e branco onde tem um moça tomando banho, e aparece uma pessoa com uma faca para lhe tirar a vida.

A partir desse plote, o livro passa a ter o foco na investigação para saber o que aconteceu com Mary. E a partir desse ponto o livro fica muito mais instigante e fica muito mais fácil de devorá-lo, e por mais que o foco da narrativa seja na investigação, pois não há romance, aventura, humor, de forma alguma o livro fica entediante.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas com foco dividido entre os personagens, então em cada momento o foco está em um personagem da trama, outro fator que contribui para que seja uma experiencia de leitura muito dinâmica.

O livro foi adaptado para filme e imagino que o final tenha surpreendido todos que tiveram a oportunidade de ver o filme no cinema, porque hoje já foram feitas várias coisas parecidas na industria cinematográfica, na TV e na própria literatura, mas isso de forma alguma tira o mérito da criatividade de Bloch, e acho que Psicose que desencadeou esse tipo de história, sobre doenças mentais, psicopatas e de como uma pessoa pode matar e não sentir culpa por isso, e Robert Bloch aborda isso de uma forma espetacular.


Fica aqui mais uma recomendação para vocês, e uma última dica...Sempre tranquem a porta do banheiro.

Espero que vocês tenham gostado e até a próxima :-D

16 comentários:

  1. Preciso confessar que tenho medo de livros/filmes assim...
    Beijos
    www.giulicastro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá =)

    Já morro de vontade de ler esse livro, mas depois dessa resenha fiquei com ainda mais vontade. Comecei a assistir a série Bates Motel por causa do Norman para entender como ele se tornou assim. Parabéns pela resenha!

    Beijos
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olha eu sinceramente gostei bastante de tudo que você abordou sobre a história do livro, mas atualmente não tenho lido livros desse gênero, até porque não é meu favorito sabe? Eu gosto de leituras mais leves, mas mesmo assim me parece ser uma história bastante interessante e nem sabia que havia o filme dele. Mas muito legal.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-neve-na-primavera_3.html?m=0

    ResponderExcluir
  4. Uma ótima recomendação, Léo!!! Eu amo Psicose. O filme marcou tanto várias gerações, que é impossível não reconhecer a cena do chuveiro, a musiquinha... Um clássico! Sobre o livro, eu nunca li. Lerei com certeza, não sei o que eu estava esperando. Hahaha
    Um abraço,
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  5. oláá
    Nossa, sua resenha está ótima, confesso que tenho muita curiosidade pelo livro e pelo filme e espero ter oportunidade de ler, amo esse gênero e uma pena que li poucos livros de terror, mas espero mudar isso em breve.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Gabriela!
    Esse filme é considerado um clássico do terror, mas eu, medrosa, não vi até hoje. Acho que essa cena da faca se tornou um marco no cinema a partir desse filme.

    Beijos,
    Miss Sorrisos Blog
    Twitter|Wattpad|Instagram


    ResponderExcluir
  7. Não tenho coragem, de verdade. Eu achei o enredo interessante, mas me deu arrepios só de pensar na cena do banheiro. Socorro! Eu não consigo encarar livros desse genero de jeito nenhum.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Preciso ser sincera e dizer que nem sabia que o filme era adaptação de um livro =O
    Eu nunca li o livro, nem vi o clássico filme (ainda), mas assisto Bates Motel (a série) de vez em quando e preciso dizer que acho todo esse universo de "Psicose" o máximo!
    Gostei da sua resenha e já coloquei o livro na lista de leituras!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Léo! ^^
    Psicose é um clássico e acredito que na época da sua publicação não era muito abordado o tema doenças mentais e foi isso que fez ele fazer o sucesso que fez! Já assisti a série que é baseada no filme e conta como o Norman cresceu! Deixo ela como dica para você é muito boa!

    Abraço e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Eu ri da sua recomendação no final...rs. Acredita que nunca assisti esse filme porque achei que era apenas terror. Gostei da pegada de suspense desse livro e fiquei curiosa para ler e conhecer esse clássico.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu já tinha ouvido falar do filme, não sabia que existia um livro! Como fã do gênero, fiquei entusiasmada em ler, principalmente para saber quem é o assassino. Espero gostar quando ler!

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Leo, tudo bem?

    To fora de qualquer coisa que possa me deixar sem dormir e Psicose é uma delas huahuahuahua Não vi o filme e também não leria o livro. Prefiro meus romances =P

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu já vi o filme, e adoro! Realmente, é uma das obras mais antigas de que me lembro que aborde psicopatia. Por ter visto o filme, não animo de ler o livro, pois não me surpreenderia tanto.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu adoro o filme, tanto a versão preto e branca quanto a colorida, mas ainda não li o livro. Fiquei bem interessada em ler o livro eu gosto muito de livros com essa abordagem.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Leonardo, eu já li o livro algum tempo atrás e adorei a leitura, esse é um clássico super indicado para todos os amantes de um bom terror e suspense. Eu ainda quero assistir ao filme, tenho bastante curiosidade :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. Oie Leo.
    Adorei sua resenha e a premissa do livro me agradou muito, mas acho que vou conferir o filme primeiro. Pois é, eu não conhecia o livro e nem o filme. Valeu pela dica.

    ResponderExcluir

Espero que tenha curtido a postagem! Volte mais vezes :D